QUAIS AS CINCO CIDADES MAIS INTELIGENTES DO PAÍS?

Curitiba é a cidade mais inteligente do Brasil, de acordo com o Ranking Connected Smart Cities 2018, seguida por São Paulo e Vitória. A 4ª colocação ficou com Campinas e a 5ª Florianópolis, no Ranking Geral.

Considerado o mais importante levantamento sobre cidades inteligentes do Brasil, o Ranking Connected Smart Cities 2018 contempla cerca de 700 cidades e analisa 70 indicadores. No Ranking Geral, o estudo aponta as cinco cidades mais inteligentes do País. O primeiro lugar ficou com Curitiba, seguida por São Paulo e Vitória. Quarta colocação Campinas; 5ª Florianópolis.

O Ranking Connected Smart Cities é realizado pela Urban Systems, em parceria com a Sator. O estudo tem como objetivo definir as cidades com maior potencial de desenvolvimento no Brasil, sendo dividido em quatro resultados: Geral, por Eixo Temático, Região e por Faixa Populacional. O Ranking é composto por indicadores de 11 principais setores: mobilidade, urbanismo, meio ambiente, energia, tecnologia e inovação, economia, educação, saúde, segurança, empreendedorismo e governança.

Destaques
Curitiba
A capital paranaense conquistou o 1° lugar no Ranking Geral, 2º em Empreendedorismo e Urbanismo, 3º em Tecnologia e Inovação e 1º lugar em Governança. Com o resultado, Curitiba subiu uma posição e ultrapassa São Paulo, 2ª colocada. Além dos destaques no Ranking, Curitiba se destaca ainda por possuir 4 Parques Tecnológicos (Polos), 7 incubadoras de empresa e apresentou crescimento de 20% das micro empresas individuais.

São Paulo
Nas duas últimas edições (2016 e 2017), o primeiro lugar foi conquistado por São Paulo. A capital paulista  conquistou o 1º lugar em três categorias: Ranking Região Sudeste, Mobilidade e Urbanismo, além do 4º lugar em Tecnologia e Inovação.

Nas quatro edições do estudo, São Paulo alcançou a primeira colocação em Mobilidade e Acessibilidade. A capital conta com 2,82 km de modais de transporte coletivo de massa por 100 mil habitantes, 3,87 km de ciclovia por 100 mil habitantes.

Vitória
Vitória alcançou o primeiro lugar no Ranking Geral e em mais três categorias: por Faixa Populacional de 100 mil a 500 mil habitantes, em Saúde e Educação.
A capital do Espirito Santo conta com 7,7 leitos/mil habitantes, 859 médicos/100 mil habitantes. Em Vitória, 81% da população tem cobertura do atendimento da saúde da família, sendo que as despesas pagas com Saúde atingem R$ 644/habitante e, em relação à taxa de óbitos, é de 2,3 óbitos/mil nascidos vivo. Já em relação à Educação, Vitória apresenta destaques, tais como: Média no Enem de 604; 98,3% dos professores do ensino médio da rede pública com ensino superior; e nota 4,1 no Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (IDEB), por exemplo.

Campinas
A cidade subiu quatro posições em relação à edição anterior do Ranking e conquistou o 4º lugar classificação geral, além do 2° lugar em Economia, 3° em Empreendedorismo e 5° nas categorias Mobilidade e Tecnologia e Inovação.
Campinas, com destaque em Economia, Empreendedorismo, Mobilidade e Tecnologia e Inovação, apresenta renda média dos trabalhadores formais de R$ 3.490; crescimento dos empregos formais de 0,1%; a independência do setor público (empregos) é  94,2%; crescimento de 3,8% de empresas de tecnologia; 4 incubadoras; crescimento de 19% das micro empresas individuais. A cidade conta com Parques Tecnológicos;  1,91 km de ciclovia por 100 mil habitantes; 6,4% dos domicílios com rampa de cadeirante no entorno; 262 conexões rodoviárias interestaduais; 69 destinos aeroviários;  28% das conexões de internet com velocidade superior a 34 MB; 24% dos trabalhadores possuem ensino superior, entre outros destaques.

Florianópolis
Com o resultado de 2018, a cidade subiu uma posição em relação à edição anterior, quando ficou em 6° lugar. Indicadores importantes se destacam em Florianópolis. A cidade conta com 18 vagas em universidade pública por mil habitantes com mais de 18 anos; média do ENEM é de 602; média de 4,6 do IDEB; 94,4% dos docentes do ensino médio concluíam o ensino superior, taxa de abandono (ensino médio) é de 6,7% e as despesas pagas com educação soma R$811. A capital apresenta crescimento de 5,6% de empresas de tecnologia,  3 Polos Tecnológicos, 3 Incubadoras e crescimento de 21% de MEI.

Histórico

Classificação Geral Ranking Connected Smart Cities | Histórico das 4 Edições
INDICADOR2018201720162015
Connected Smart CitiesCuritibaSão PauloSão PauloRio de Janeiro
Mobilidade e AcessibilidadeSão PauloSão PauloSão PauloSão Paulo
UrbanismoSão PauloSantosCuritibaCuritiba
Meio AmbienteSantosBelo HorizonteBelo HorizonteBelo Horizonte
EnergiaPirassunungaTubarãoGuarapuavaGuarapuava
Tecnologia e InovaçãoRio de JaneiroRio de JaneiroSão PauloSão Paulo
SaúdeVitóriaVitóriaVitóriaVitória
SegurançaIpojucaVinhedoIpojucaIpojuca
EducaçãoVitóriaCuritibaVitóriaVitória
EmpreendedorismoRio de JaneiroSão PauloRio de JaneiroRio de Janeiro
GovernançaCuritibaBarueriCuritibaCuritiba
EconomiaBarueriBarueriRio de JaneiroRio de Janeiro

A Edição 2019 do levantamento será divulgada durante o  evento nacional Connected Smart Cities, que será realizado nos dias 17 18 de setembro de 2019, em São Paulo.

Para acessar a classificação de todas as cidades participantes do levantamento e os indicadores que compõem o Ranking Connected Smart Cities 2018, CLIQUE AQUI!

Últimas Matérias

LONGEVIDADE EM SMART CITIES

Como cidades humanas, resilientes e inclusivas devem se adaptar ao cenário do envelhecimento crescente da população.   De acordo com a segunda edição do Índice de...

ARTIGO PAULA FARIA – EMBAIXADORA MOBILIDADE ESTADÃO: ENCURTAR DISTÂNCIAS É UM DOS GRANDES DESAFIOS DA MOBILIDADE

Mais que melhorar a experiência ou a rapidez com que as pessoas atravessam a cidade, mobilidade urbana significa acesso a oportunidades *Por Paula Faria  “Como sair...

CENSO MOSTRA QUE ENSINO A DISTÂNCIA GANHA ESPAÇO NO ENSINO SUPERIOR

Em 2009, as matrículas dos calouros em EaD representavam 16,1% do total. Em 2018, elas representavam 39,8% do total de estudantes que ingressaram nas...

SMART MOBILITY

Com a pandemia do coronavírus, soluções de mobilidade individual se tornaram mais atrativas De acordo com dados da Associação Nacional dos DETRANS, o Brasil possui uma...

PROJETO DO GOVERNO CRIA MARCO LEGAL DAS STARTUPS E DO EMPREENDEDORISMO INOVADOR

Os objetivos do governo com a proposta incluem fomentar esse ambiente de negócios; aumentar a oferta de capital para investimento em startups; e disciplinar...