HomeColunistasArtigos

Luciana Lopes

5 POSTS
Geógrafa, Mestre em Gestão dos Resíduos Sólidos pela Universidade de São Paulo, atua há 20 anos na organização de sistemas de coleta seletiva. Autora na publicação “Do Lixo à Cidadania: guia para formação de cooperativas de catadores de materiais recicláveis”. Diretora da Visões da Terra, consultoria de projetos socioambientais que apoia na organização da gestão dos resíduos sólidos em 23 municípios no Brasil.

COLETA SELETIVA NAS CIDADES, QUEM DEVE PAGAR A CONTA?

Com o crescimento das cidades, impulsionado pela industrialização, a infraestrutura necessária para garantir o saneamento adequado das cidades foi se tornando cada vez mais...

FECHAMENTO DOS LIXÕES E OS DESAFIOS NA POLÍTICA NACIONAL DE RESÍDUOS SÓLIDOS NA ÚLTIMA DÉCADA

Como o custo de gestão de limpeza urbana é exclusivamente das prefeituras, obras de construção e manutenção dos aterros sanitários ainda são um desafio...

PENSAR GLOBAL, AGIR LOCAL: O COMBATE ÀS MUDANÇAS CLIMÁTICAS A PARTIR DAS CIDADES

Embora as consequências do aumento da temperatura tenham impacto global, as ações de mitigação dependem basicamente de mudanças locais O Painel Intergovernamental sobre Mudanças Climáticas...

MARCO LEGAL DO SANEAMENTO BÁSICO: DIVERSIFICAR PARA UNIVERSALIZAR

O novo Marco Legal do Saneamento completou um ano desde a sua sanção. A meta é alcançar a universalização dos serviços de saneamento básico...

COLETA SELETIVA DOS RESÍDUOS: DESAFIOS, RESPONSABILIDADES E ALTERNATIVAS

 O perfil do que é descartado mudou completamente nos últimos cinquenta anos, incorporando toda uma gama de embalagens descartáveis, tidas como práticas e modernas....

Luciana Lopes

5 POSTS
Geógrafa, Mestre em Gestão dos Resíduos Sólidos pela Universidade de São Paulo, atua há 20 anos na organização de sistemas de coleta seletiva. Autora na publicação “Do Lixo à Cidadania: guia para formação de cooperativas de catadores de materiais recicláveis”. Diretora da Visões da Terra, consultoria de projetos socioambientais que apoia na organização da gestão dos resíduos sólidos em 23 municípios no Brasil.
Publicidade