CONHEÇA AS PROPOSTAS PARA CIDADES INTELIGENTES DOS PRINCIPAIS CANDIDATOS A PREFEITURA DE SP

Reunimos os principais tópicos referentes a construção de cidades inteligentes dos planos de governo do Bruno Covas (PSDB), Celso Russomanno (Republicanos), Guilherme Boulos (PSOL) e Márcio França (PSB).

 

Quando se pensa em Governança dentro de uma smart city, é impossível não associar com o papel da Prefeitura e com a figura do Prefeito. Pensando nisso, o Connected Smart Cities analisou o plano de governo dos principais candidatos à Prefeitura de São Paulo, para entender como o desenvolvimento de cidades inteligentes está sendo abordado.

CIDADES CONECTADAS

Bruno Covas (PSDB), Celso Russomanno (Republicanos), Guilherme Boulos (PSOL) e Márcio França (PSB) pretendem, de uma maneira ou de outra, utilizar da tecnologia para melhorar o desempenho de diversos setores das cidades.

Todos os candidatos apostam no uso da tecnologia como forma de otimizar serviços, principalmente no que diz respeito ao setor de Mobilidade e Acessibilidade e Governança. Apesar disso, não existe nenhuma medida concreta que pretenda utilizar a tecnologia como forma de garantir maior transparência e desburocratização do Estado.

CIDADES PARTICIPATIVAS E ENGAJADAS

Dentro desse eixo, ainda faltam medidas concretas por parte dos candidatos que promovam maior participação social, dos diversos setores que compõe uma cidade, para a construção de cidades mais participativas e com cidadãos mais engajados.

Ainda é preciso que existam medidas que incentivem a cooperação e participação da sociedade civil no desenvolvimento de políticas públicas. Apesar disso, de um modo ou de outro, todos os candidatos abordam o tema a partir de medidas de setores específicos (como o de segurança preventiva, com a ‘Vizinhança Solidária’, por exemplo) e existe uma preocupação em aumentar o engajamento social.

CIDADES EMPREENDEDORAS

Existe uma grande preocupação de todos os candidatos para tornar a cidade de São Paulo um Polo do Empreendedorismo. Entendendo a importância que a atividade possui para o desenvolvimento da metrópole, todos os candidatos abordam o tema diversas vezes em suas respectivas propostas.

Nesse sentido, é possível esperar que a próxima Prefeitura esteja voltada para o assunto, com o desenvolvimento de medidas que facilitem o crescimento da atividade.

CIDADES RESILIENTES E INCLUSIVAS 

Reconhecendo que a cidade de São Paulo é marcada por profundas desigualdades sociais, todos os candidatos desenvolvem medidas para, de uma maneira ou outra, tentar diminuir essas desigualdades. Nesse sentido, com cada vez mais um apelo popular maior para tornar essas questões pauta do Estado, é possível esperar uma Prefeitura voltada para as questões sociais e o desenvolvimento de políticas públicas voltadas para o combate às desigualdades.

CIDADES PRÓSPERAS

Assim como no eixo de Cidades Resilientes e Inclusivas, existe uma preocupação muito grande entre os candidatos de realizar medidas para tornar a cidade de São Paulo uma Cidade Próspera. Com isso, apesar de cada um possuir uma abordagem específica de acordo com sua corrente política, todos pretendem implantar diversas medidas, em diferentes setores, que promovam o desenvolvimento da cidade de maneira mais inteligente e próspera.

MOBILIDADE E ACESSIBILIDADE 

Mesmo com todos os candidatos possuindo medidas referentes à mobilidade e acessibilidade e que exista uma preocupação em investir no uso da tecnologia para melhorar o serviço, ainda falta uma visão da mobilidade como um modal integrado por parte dos candidatos.

Mobilidade Inteligente é aquela que não apenas investe em tecnologia e na ampliação de serviços já existentes, como também entende que é preciso discutir como as pessoas de fato se locomovem no espaço urbano e de quais maneiras é possível otimizar essa locomoção- principalmente em uma metrópole como São Paulo.

Nesse sentido, ainda é preciso discutir a questão dentro da esfera da Governança, entendendo o papel que a prefeitura possui em melhorar a mobilidade urbana de São Paulo e quais ações devem ser cobradas dos candidatos afim de desenvolver uma mobilidade mais eficiente e inteligente.

URBANISMO

Bruno Covas (PSDB), Celso Russomanno (Republicanos), Guilherme Boulos (PSOL) e Márcio França (PSB) explicitaram em seus planos a importância que o Urbanismo possui para uma cidade como São Paulo. Com isso, todos os planos de governo tratam do tema e é possível esperar uma Prefeitura que desenvolva programas de urbanização de diferentes espaços da cidade, mas, principalmente, de setores de baixa-renda.

Beatriz Faria
Especialista em Conteúdo da Necta - Conexões com Propósito
Publicidade
spot_img
spot_img

Últimas Matérias