#CONECTATALKS COM PETRAS AMARAL SANTOS | SISTEMAS DA MARCOPOLO FACILITAM A MOBILIDADE

O Head de inovação da Marcopolo, Petras Amaral Santos, fala os sistemas inteligentes da companhia que facilitam o deslocamento das pessoas, além da participação no Connected Smart Cities e Mobility Digital Xperience 2020  

Paula Faria, CEO da Necta e idealizadora do Connected Smart Cities & Mobility, é especialista no mercado de cidades inteligentes, mobilidade, aeroportos, segurança pública, PPPs e inovação social. A executiva se destaca, principalmente, por fomentar as iniciativas voltadas para o desenvolvimento das cidades e conduz o Conecta Talks.

A CEO da Necta recentemente entrevistou o Head de inovação da Marcopolo, Petras Amaral Santos, sobre a atuação da empresa, uma das maiores fabricantes de carrocerias de ônibus do mundo. 

Entre os destaques do bate-papo, se destacam os investimentos em inovação para desenvolver e implementar soluções para o transporte coletivo de passageiros nos principais mercados do mundo, bem como as ações sobre a participação da organização no Connected Smart Cities e Mobility Digital Xperience 2020.

O Grupo Marcopolo conta com a Marcopolo Next, divisão de inovação que responde pelo desenvolvimento de serviços e sistemas inteligentes que facilitem o deslocamento e a conexão das pessoas.

DESTAQUES DA ENTREVISTA

1. Petras Amaral Santos destacou a atuação do Grupo Marcopolo em outros países e especialmente no Brasil, no sentido de contribuir com o desenvolvimento das cidades, enfatizando os principais desafios da mobilidade.

2. O executivo apontou as iniciativas da Marcopolo Next, que tem como objetivo oferecer soluções focadas no futuro do setor e entendendo as tendências e necessidades.

3. Outro destaque apontado pelo executivo foi o recente lançamento da “Marcopolo BioSafe”, uma plataforma de soluções desenvolvidas com o objetivo de tornar o transporte coletivo mais seguro contra contaminações de vírus e bactérias.

4. Em continuidade ao tema relacionada à biossegurança, o Head de inovação da Marcopolo, apontou as tendências de cenários, principalmente na mobilidade urbana, a partir da pandemia da Covid-19.

5. Santos concluiu trazendo as suas impressões sobre como os diversos atores podem construir cidades mais conectadas, principalmente depois da pandemia do coronavírus, em outros pontos.


Eliane Bueno
Assessora de Imprensa da Necta - Conexões com Propósito

Últimas Matérias

TURISMO SUSTENTÁVEL

O setor é responsável por 10% do PIB e conta com 1,2 bilhões de turistas anualmente O Smart Sustainable Tourism for Development é conceito caracterizado...

EMPREENDEDORISMO EM SMART CITIES

O fomento ao empreendedorismo e a inovação tecnológica pode ser a solução para as cidades melhorarem estatísticas.   Nunca foi tão importante discutir empreendedorismo como neste...

LONGEVIDADE EM SMART CITIES

Como cidades humanas, resilientes e inclusivas devem se adaptar ao cenário do envelhecimento crescente da população.   De acordo com a segunda edição do Índice de...

ARTIGO PAULA FARIA – EMBAIXADORA MOBILIDADE ESTADÃO: ENCURTAR DISTÂNCIAS É UM DOS GRANDES DESAFIOS DA MOBILIDADE

Mais que melhorar a experiência ou a rapidez com que as pessoas atravessam a cidade, mobilidade urbana significa acesso a oportunidades *Por Paula Faria  “Como sair...

CENSO MOSTRA QUE ENSINO A DISTÂNCIA GANHA ESPAÇO NO ENSINO SUPERIOR

Em 2009, as matrículas dos calouros em EaD representavam 16,1% do total. Em 2018, elas representavam 39,8% do total de estudantes que ingressaram nas...