PREFEITURA DE SÃO PAULO REALIZA 2ª EDIÇÃO DA ‘HACKATONA ADE SAMPA’, EVENTO EXCLUSIVO PARA MULHERES

Maratona hacker acontecerá no Centro de Inovação Verde Bruno Covas – Hub Green Sampa entre os dias 10 e 12 de dezembro, permitindo a participação de mulheres cis e trans

Nos últimos cinco anos, a participação feminina no setor de tecnologia apresentou um crescimento de 60%, passando de 2,9 mil mulheres para 44,5 mil em 2019, é o que indica o Cadastro Geral de Empregados e Desempregados – Caged. No entanto, elas ainda representam somente 20% dos profissionais do setor atuantes no país.

Com o objetivo de promover e valorizar a participação feminina no setor de tecnologia, a Prefeitura de São Paulo, por meio da Ade Sampa, agência vinculada à Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Trabalho e Turismo, realizará a segunda edição da Hackatona, uma maratona hacker exclusiva para mulheres. A maratona terá a sua abertura oficial no dia 10 de dezembro, por meio de uma live realizada no Youtube, porém, o evento presencial terá início às 9h do sábado, 11, até às 18h do domingo, 12, no Centro de Inovação Bruno Covas – Hub Green Sampa.



“Apesar da participação das mulheres no setor de tecnologia apresentar um crescimento significativo, elas ainda são minoria nas empresas do segmento. Pesquisas indicam que cerca de 21% das empresas de T.I. no Brasil não possuem nenhuma mulher na equipe”, declara a secretária de Desenvolvimento Econômico, Trabalho e Turismo, Aline Cardoso. “Iniciativas como a Hackatona, além de valorizar as entusiastas atuantes na área, também incentivam a entrada de novas mulheres neste mercado de trabalho, que possui um enorme potencial de crescimento”, finaliza.

Com produção do Hackaton Brasil e patrocínio da Uber Brasil e AWS, o evento premiará as três melhores soluções do evento com brindes e um recurso financeiro de R﹩ 7 mil, R﹩5 mil e R﹩ 3 mil, respectivamente. Os pitchs serão apresentados ao final da maratona para uma banca de jurados, composta por membros do poder público, especialistas do segmento e representantes do mercado privado, que avaliarão cada ideia apresentada.

O desafio

Ao longo das 20 horas de maratona, as participantes, que serão divididas em 20 grupos multidisciplinares, cada um com cinco participantes que possuam conhecimento em programação, design gráfico, gestão de negócios ou marketing ou muita curiosidade e vontade de aprender, terão que desenvolver soluções tecnológicas para um dos desafios propostos, são eles:

Desafio 1: Mobilidade – Como melhorar a qualidade da mobilidade urbana para mulheres na cidade de São Paulo?

Desafio 2: Saúde – Como garantir a saúde e bem-estar da mulher?

Desafio 3: Emprego – Como garantir condições de igualdade de gênero no mercado de trabalho?

Desafio 4: Violência – Como contribuir para a diminuição do índice de violência contra a mulher?

“Acreditamos que a tecnologia possui um grande potencial para contribuir com soluções que garantam a igualdade de gênero e o desenvolvimento de políticas públicas para a nossa Capital. Neste contexto, a Ade Sampa desenvolve diversos programas e ações de fortalecimento do setor de empreendedorismo feminino, por meio de iniciativas como a Hackatona, sendo um caminho de incentivo e inserção de mulheres no segmento, além de promover um grande ‘brainstorm’ de ideias inovadoras que solucionem problemáticas da nossa cidade”, declara o presidente da Ade Sampa, Renan Vieira.

Quem pode participar?

Mulheres cis e trans com idade igual ou superior a 18 anos poderão participar da hackatona. É preferível que a inscrita tenha experiência em pelo menos uma das seguintes áreas de atuação:

• Programação e desenvolvimento de software;

• Design Gráfico;

• Design digital;

• Gestão de Negócios;

• Engenharias;

• Marketing / Comunicação;

• RH / Recrutamento e Seleção;

• Transporte / Logística / Mobilidade;

É necessário também que a participante tenha consigo o próprio laptop/notebook para a utilização durante o concurso. As “hackers” mamães, também poderão participar da maratona e seus filhos serão bem-vindos ao Centro de Inovação Verde Bruno Covas – Hub Green Sampa. As inscrições são gratuitas.

“É uma satisfação enorme para a Comunidade Hackathon Brasil, poder organizar este Hackathon, pós retomada das atividades presenciais, e poder fazer parte dessa iniciativa, que visa dar voz e mais oportunidades para as mulheres na área da tecnologia”, comenta Tayane Amaral, Cofundadora e Community Manager na Hackathon Brasil.

O regulamento completo da Hackatona, assim como a ficha de inscrição para a participação do concurso, está disponível clicando aqui. As inscrições estão disponíveis até 10 de dezembro ou preenchimento total das 100 vagas disponíveis.

Com informações da Assessoria de Imprensa

CLIQUE AQUI E ACESSE OUTRAS MATÉRIAS SOBRE CIDADES
Connected Smart Cities
Connected Smart Cities é uma plataforma multidimensional que acelera o processo de desenvolvimento das cidades inteligentes.
Publicidade
spot_img
spot_img

Últimas Matérias