A NECESSIDADE EM TER UM ANUÁRIO DAS CIDADES INTELIGENTES NO PAÍS

Paula Faria, CEO da Necta e idealizadora do Connected Smart Cities & Mobility

No próximo ano, mais um capítulo importante para as cidades inteligentes no Brasil será construído. Trata-se da elaboração e do lançamento do primeiro Anuário Brasileiro das Cidades Inteligentes. De caráter estruturante, esse anuário irá organizar, processar e analisar o atual estágio de desenvolvimento dos municípios inteligentes no Brasil, ponderando as particularidades urbanas nacionais.

Ainda, será também uma vitrine de boas práticas ao caracterizar as principais ações já implementadas no território brasileiro. Sendo um trabalho inovador e único de seu tipo no Brasil, existem algumas motivações por trás da iniciativa. Enxerga-se, por exemplo, a lacuna existente de um documento que transmita os principais avanços e movimentos desse campo, que avança no País.


Ainda, eleva-se a motivação de fazer uma discussão de forma estruturada, ponderando os eixos temáticos de desenvolvimento para as cidades inteligentes, como economia local, educação, mobilidade, com critério e rigor metodológico analítico. Ora, publicar e disseminar as informações de uma forma estruturada é fundamental para divulgar o campo dos municípios inteligentes no Brasil, que se encontra permeado por indefinições e apresenta barreiras de ordens distintas.

Beatriz Faria
Especialista em Conteúdo da Necta - Conexões com Propósito
Publicidade
spot_img

Últimas Matérias