CONSULTA PÚBLICA DO TREM INTERCIDADES ATÉ CAMPINAS DEVE OCORRER ENTRE OUTUBRO E NOVEMBRO

Afirmação foi feita por membro do governo Doria em evento de mobilidade nesta semana. Projeto prevê investimento de mais de R$ 7 bilhões

O projeto de concessão do Trem Intercidades entre São Paulo e Campinas, associado ao serviço Intermetropolitano e à Linha 7-Rubi, deverá ser levado para consulta pública entre outubro e novembro, revelou uma representante do governo Doria nesta quinta-feira, 10. Falando no evento Connected Smart Cities & Mobility, Gabriela Engler apresentou os principais projetos de concessão planejados pela atual gestão, como a das linhas 8 e 9 da CPTM.

Ao explicar a PPP do TIC, Engler revelou que que próxima etapa do projeto será a consulta pública, quando vários documentos e estudos serão divulgados pela CPTM a fim de que o mercado e a sociedade possam analisar e opinar sobre sua modelagem.

Embora resumida, a apresentação traz a estimativa de investimento no projeto, de R$ 7,2 bilhões, valor que poderá mudar já que o governo está revisando os custos por conta do impacto da pandemia do coronavírus.

O slide divulgado confirma a informação revelada pelo presidente da CPTM, Pedro Moro, de que a Linha 7-Rubi passará a funcionar apenas entre Barra Funda e Francisco Morato quando a concessão estiver funcionando em sua plenitude. O ramal passará a ter 35 km e 13 estações, numa estrutura mais parecida com outras linhas da companhia – hoje a Linha Rubi mistura características metropolitanas com distâncias regionais ao atende Jundiaí, já fora da Grande São Paulo.

Essa tarefa será assumida pelo Trem Intermetropolitano, um serviço parador com nove estações e 65 km de extensão entre Francisco Morato e Campinas. Já o TIC possuirá 100 km e três estações – Barra Funda, Jundiaí e Campinas com tempo de viagem estimado em uma hora.

A consulta pública pode demorar cerca de dois meses se repetir o que ocorreu com a concessão das linhas 8 e 9. Nesse caso, o período de consulta foi de 28 de fevereiro a 30 de abril, após uma prorrogação. Após isso, o projeto deverá ser analisado e finalizado para aprovação junto a outras áreas do governo antes de ter o edital publicado em 2021.

Fonte: Metrô CPTM 

Últimas Matérias

EQUIDADE DE GÊNERO E DIVERSIDADE

Como cidades estão promovendo um planejamento urbano mais seguro sob a perspectiva de gênero e da diversidade Historicamente, o planejamento urbano de uma cidade se...

CSCM LANÇA TRILHA INÉDITA DE CONTEÚDOS E DISPONIBILIZA ACESSO À EDIÇÃO 2020; SÃO MAIS DE 75 PAINÉIS

O conteúdo exclusivo do Connected Smart Cities e Mobility Digital Xperience 2020 será disponibilizado entre 01 de outubro e final da 1ª quinzena de...

SMART CITIES: SÃO PAULO

Desafios e conquistas do Estado e da cidade de São Paulo no planejamento de cidades inteligentes Com o crescimento cada vez mais acelerado das cidades...

PREFEITURA DE SÃO PAULO ADOTA HOME OFFICE PERMANENTE

Medida pode gerar economia de R$ 1 bi aos cofres municipais em 7 anos A prefeitura de São Paulo decidiu adotar, em caráter permanente, o...

ANGRA DOS REIS: AUDIÊNCIA PÚBLICA PPP/CIDADES INTELIGENTES

Evento será realizado na terça (29 de setembro de 2020), em formato online e transmitido pelo Youtube No dia 29 de setembro, terça-feira, às 10h,...