EFICIÊNCIA ENERGÉTICA: SANEAGO OBTÉM 39% DE ECONOMIA DE ENERGIA EM SUAS OPERAÇÕES COM APLICAÇÃO DE INVERSORES DE FREQUÊNCIA

Concessionária de saneamento básico investe R$ 7 milhões na construção do Booster Cascalho, estação de bombeamento de água localizada em Goiânia

Com atuação dedicada exclusivamente a Goiás, a Saneago é uma concessionária brasileira de serviços de saneamento básico com o objetivo de levar água tratada, coleta e tratamento de esgoto a 226 dos 246 municípios goianos. Desde 1967, ano de sua fundação, a empresa vem expandindo sua presença, em uma trajetória vinculada à história do saneamento básico local, tendo como uma de suas principais metas a universalização dos serviços de saneamento por meio de diversas frentes de trabalho espalhadas por todas as regiões do Estado.

Um dos projetos mais recentes implantado para cumprir com esse objetivo foi a construção do Booster Cascalho, que recebeu um investimento total de R$ 7 milhões. O Booster é uma estação de bombeamento de água inaugurada em 2021 em Goiânia, responsável pelo abastecimento hídrico de algumas regiões da parte alta da cidade, beneficiando mais de 200 mil pessoas. Para esta planta de saneamento ter mais eficiência e melhor controle das operações de bombeamento, a Saneago recorreu à aplicação de cinco Inversores de frequência VLT® Aqua Drive FC202 de 200kW, da Danfoss, projetados para fornecer o mais alto nível de desempenho para aplicações de água e efluentes.



Agora, com a aplicação de novos conjuntos motores-bombas acionados pelos inversores Danfoss, somados a um novo arranjo hidráulico, a concessionária goiana tem cerca de 39% de economia de energia elétrica.

Economia em números (e no bolso!)

Além da redução do percentual de uso de energia, é possível mensurar essa economia em valores financeiros. Segundo Abigail Trindade, Gerente de Manutenção de Serviços de Campo da Saneago, a fatura de energia reduziu para R$ 326.193,80 nos seis meses posteriores à implantação, ante uma média de R$ 379.739,71 nos últimos 12 meses, antes da implantação do novo Booster Cascalho, ou seja, a economia total no período foi de R$ 321.275,46, mesmo com um aumento tarifário médio de 16,45%, conforme dados apurados pela Supervisão de Gestão de Energia da Saneago. Já o consumo médio de energia reduziu de 587.442 kWh para 356.883 kWh.

A Gerente de Manutenção também lembra do ganho da vazão máxima média, que aumentou de 834 l/s para 995 l/s, “um incremento de mais de 160 l/s muito importante para abastecer os reservatórios Pedro Ludovico e Serrinha, além de redes de outros bairros da região, em Goiânia.”, afirma.

Abigail ainda explica, o que mudou após a modernização no sistema de bombeamento de água, “O Booster Cascalho nos dá um controle muito melhor das operações, a integração dos inversores de frequência da Danfoss com o sistema de Automação da Companhia, proporcionou um salto tecnológico muito significativo. Isso é fundamental não apenas para abastecermos com regularidade uma região importante de Goiânia, mas também para avançar em nosso objetivo de universalizar os serviços de saneamento para todo o Estado de Goiás”, afirma Abigail Trindade.

Eficiência energética: Tendência econômica

Para Miguel Gomes da Rocha, Especialista de Vendas da Divisão de Drives Solutions da Danfoss do Brasil, a utilização dos inversores de frequência na estação de água da Saneago acompanha uma tendência que se consolida gradativamente no Brasil e destaca a eficiência energética como uma vantagem adicional com a utilização do equipamento para essa finalidade. “O uso de inversores de frequência como parte da infraestrutura de saneamento básico já é uma realidade em diversas empresas deste setor no Brasil e muitas outras passaram a aplicá-las em maior escala mais recentemente.

A Danfoss atua há anos junto ao mercado de saneamento disponibilizando esse equipamento com diversos recursos padrão que podem ser expandidos com opcionais de melhoria de desempenho, o que o torna igualmente adequado tanto para projetos novos quanto de atualização. Segundo Miguel, desse modo pode se obter um funcionamento mais eficiente das plantas de água e esgoto que traz benefícios essenciais. Dois deles são a redução das perdas de água e aumento de vida útil das bombas e suas instalações mecânicas, o que reduz também o custo operacional do sistema.

“Além disso, como recentemente houve um cenário de incerteza, a nível nacional, sobre a regularidade no fornecimento de energia, resultando em um aumento dos custos de eletricidade, obter uma redução de 39% do consumo de energia é um diferencial muito importante”, finaliza ele.

Com informações da Assessoria de Imprensa

CLIQUE AQUI E ACESSE OUTRAS MATÉRIAS SOBRE ENERGIA

Connected Smart Cities
Connected Smart Cities
Connected Smart Cities é uma plataforma multidimensional que acelera o processo de desenvolvimento das cidades inteligentes.
spot_img
Publicidade
spot_img

Últimas Matérias