PREFEITURAS DO G52 DA SUDENE CONHECEM PROJETO ‘CIDADES INTELIGENTES’ DA ABDI

Gestores públicos de municípios-polo da Sudene visitam Campina Grande nesta terça-feira para conhecer projeto “Cidades Inteligentes” da ABDI

Os gestores conhecerão o modelo de Cidades Inteligentes que está sendo implantado em Campina Grande, na Paraíba. A ideia é replicá-lo em outros municípios que compõem o G52, grupo de cidades-polo idealizado pela Superintendência do Desenvolvimento do Nordeste (Sudene) com o objetivo de ampliar o alcance de políticas e programas de desenvolvimento regional. Campina Grande faz parte desse grupo.

A comitiva vai conhecer a área de demonstração de tecnologias de cidades inteligentes, instalada no município por meio de convênio firmado entre Sudene e Agência Brasileira de Desenvolvimento Industrial (ABDI). O projeto está sendo viabilizado por um repasse da Sudene no valor de R$ 2 milhões.



O projeto prevê a instalação de câmeras de vídeo monitoramento; software de reconhecimento facial com inteligência artificial; servidor para armazenamento de imagens; e câmeras capazes de identificar placas de veículos, operadas a partir do Centro de Comando e Operações da Superintendência de Trânsito e Transportes Públicos. Os equipamentos contam com tecnologia de inteligência artificial e serão um reforço para a gestão da segurança do município paraibano.

O convênio entre a Superintendência e a ABDI prevê um total de cinco visitas para divulgar a área de demonstração e promoção da cadeia produtiva associada ao mercado de soluções tecnológicas para Cidades Inteligentes. A execução do ‘Cidades Inteligentes’ é da ABDI e à prefeitura coube a definição da área, além de garantir o apoio necessário para a implantação dos equipamentos.

O projeto faz parte da estratégia da Sudene de interiorização do desenvolvimento regional a partir de uma rede de cidades capazes de ampliar o alcance das ações propostas pela Superintendência. A criação de uma rede de cidades contempla a estratégia territorial do Plano Regional de Desenvolvimento do Nordeste (PRDNE), utilizando como referência as regiões geográficas intermediárias identificadas pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

O PRDNE conta com eixos importantes para o projeto Cidades Inteligentes, entre eles o de inovação (eixo condutor do plano) e o de desenvolvimento institucional, que vem contribuindo com a gestão municipal.

Com informações da Assessoria de Imprensa da ABDI

CLIQUE AQUI E ACESSE OUTRAS MATÉRIAS SOBRE TECNOLOGIA
Connected Smart Cities
Connected Smart Cities é uma plataforma multidimensional que acelera o processo de desenvolvimento das cidades inteligentes.
Publicidade
spot_img
spot_img

Últimas Matérias