PRESIDENTES DAS OPERADORAS METROFERROVIÁRIAS DECLARAM APOIO AO FÓRUM DE MOBILIDADE ANPTRILHOS

Evento reunirá candidatos à Presidência da República para debaterem propostas para mobilidade urbana sobre trilhos, no dia 27 de julho, em Brasília   

Os Presidentes das operadoras metroferroviárias Trensurb, SuperVia, ViaQuatro, ViaMobilidade, Metrô-DF, CTB, CCR Metrô Bahia, MetrôRio e CBTU confirmaram a participação na segunda edição do Fórum de Mobilidade ANPTrilhos, que será realizado no dia 27 de julho, em Brasília (DF).  O Fórum tem o objetivo de debater as propostas dos candidatos à Presidência da República para o futuro do transporte de passageiros sobre trilhos no Brasil. 

A Empresa de Trens Urbanos de Porto Alegre (Trensurb), criada em 1980, atende a Região Metropolitana de Porto Alegre, diretamente ligada aos municípios de Porto Alegre, Canoas, Esteio, Sapucaia do Sul, São Leopoldo e Novo Hamburgo. Pedro Bisch Neto, Diretor-Presidente da companhia, afirma que as grandes cidades não podem mais deixar de dar importância à mobilidade urbana. “A importância deste evento é pautar, para os próximos governos, a prioridade que entendemos como essencial com que a mobilidade deve ser tratada. As grandes cidades não podem mais viver sem equacionar essa questão”, disse. 

Antonio Carlos Sanches, Diretor-Presidente da SuperVia, que opera o serviço de trens urbanos na Região Metropolitana do Rio de Janeiro, comentou que está muito grato e honrado em participar do Fórum de Mobilidade ANPTrilhos porque tem a certeza de que o debate proporcionado por este evento vai contribuir com resultados práticos e objetivos. “Estamos em um momento importante de virada da economia do País e pensar em mobilidade urbana é pensar em desenvolvimento sustentável para todos. Melhorias são necessárias no nosso setor, assim como estabelecer possíveis parcerias a fim de que pensemos na solução dos problemas, existentes e conhecidos, em um curto espaço de tempo”, afirmou Sanches.  



Já a ViaQuatro é a concessionária responsável pela operação e manutenção da Linha 4-Amarela de Metrô e a ViaMobilidade administra a concessão da Linha 5-Lilás, além das Linhas 8-Diamante e 9-Esmeralda de trens metropolitanos, na capital paulista. Francisco Pierrini, Diretor-Presidente da ViaQuatro e ViaMobilidade, diz que “o Fórum da ANPTrilhos é uma oportunidade estratégica para alinharmos as principais necessidades do setor e as propostas de ações em prol da mobilidade urbana; podendo contribuir para o planejamento de um transporte mais seguro e eficiente a milhares de passageiros.” 

Para Handerson Cabral, Presidente do Metrô-DF, sistema que atende a população da capital federal, a mobilidade urbana é um grande desafio para as cidades brasileiras e o transporte de alta capacidade, como o metroferroviário, desponta como uma das principais soluções. “O Fórum de Mobilidade da ANPTrilhos é uma grande oportunidade para debater não apenas o setor, mas como integrá-lo com as novas tecnologias, a infraestrutura urbana e os demais modais de transporte. Será um encontro importantíssimo para sensibilizar governantes sobre as pautas estratégicas para o setor tão afetado pela pandemia, e projetar parcerias futuras em benefício da prestação de serviços à população”, afirmou.

José Eduardo Ribeiro Copello, Diretor-Presidente da Companhia de Transportes do Estado da Bahia (CTB), responsável pela implantação do novo sistema sobre trilhos de Salvador e pelo acompanhamento da implantação e operação do sistema metroviário da capital baiana, comenta que “o Fórum de Mobilidade, promovido pela ANPTrilhos, se constitui em grande oportunidade para debates e proposições sobre temas fundamentais para o avanço da mobilidade urbana no Brasil, em especial para ampliação e melhoria dos serviços de transporte de passageiros sobre trilhos”. 

O Diretor da CCR Metrô Bahia, André Costa, afirma que o desafio da mobilidade urbana depende da união de esforços, de ideias e investimentos de especialistas que vivenciam o dia a dia da mobilidade urbana do País, em prol da sociedade. “Essas iniciativas, como o Fórum de Mobilidade da ANPTrilhos, são fundamentais para que possamos continuar avançando, compreendendo os anseios da população, as necessidades dos clientes do sistema metroviário e de como os diversos modais podem ser integrados de acordo com a realidade e infraestrutura de cada cidade”, completou Costa.

Já o Presidente do MetrôRio, Guilherme Ramalho, destacou dois desafios fundamentais da mobilidade urbana que demandam participação ativa do governo federal: “a criação de um programa que permita um fluxo constante de investimento em modais estruturantes, com fontes de custeio previamente identificadas e planejamento setorial de longo prazo, e a criação de políticas públicas que incentivem o transporte público, por meio do planejamento integrado entre os modais e da redução do custo das passagens”

Para a Companhia Brasileira de Trens Urbanos (CBTU), o transporte ferroviário é a solução para o desenvolvimento urbano, econômico e sustentável das cidades. “O Fórum de Mobilidade, realizado pela ANPTrilhos, é uma referência para definirmos as diretrizes deste modal para os próximos anos. Somando esforços e know how com operadores, empresas e grandes profissionais do ramo envolvidos neste processo, seremos vetores de políticas habitacionais, atividades econômicas, preservação do meio ambiente e melhoria da qualidade de vida das pessoas”, explica José Marques de Lima, Diretor-Presidente da CBTU.

A última edição do Fórum de Mobilidade, realizada em 2018, contou com a participação de mais de 400 pessoas, entre presidenciáveis, ministros, governadores, secretários, iniciativa privada e representantes do setor, que se uniram para debater novas propostas. Com mais de 150 jornalistas presentes, o evento marcou as discussões presidenciais para a área de mobilidade urbana no Brasil.   

Outras informações sobre o 2º Fórum de Mobilidade ANPTrilhos, você encontra no site.

Patricia Esteves
Assessora de Imprensa da Necta - Conexões com Propósito
Publicidade
spot_img

Últimas Matérias