AS 9 PREVISÕES DE TECNOLOGIA PARA 2022

Desde 2020, e como consequência da pandemia, consumidores estão cada vez mais exigindo experiências personalizadas, assim como conveniência e garantia de que suas marcas favoritas tenham compromisso com o meio ambiente, o social e a governança. Uma tendência observada nas Previsões para 2022 da Forrester Research mostra que 80% dos consumidores verão o mundo totalmente digital e sem barreiras com o físico, tendo expectativas maiores de que as experiências digitais funcionem bem. Por isso, eles esperam que as empresas redobrem atenção na construção de uma experiência digital bem-sucedida e sustentável para o cliente.

Pensando em 2022 — e para atingir essas expectativas, empresas também estão atentas aos próximos passos no caminho da transformação digital e como acelerar as demandas futuras. O estudo da Forrester Research analisou os comportamentos dos consumidores e das empresas para listar as nove principais previsões que serão observadas no próximo ano:



1. 10% dos executivos de tecnologia priorizarão investimentos para expandir radicalmente a criatividade e a inovação
Neste ano, 21% dos influenciadores de compra globais afirmaram que suas empresas indicaram a transformação digital como algo fundamental para lidar com a mudança do modelo de negócios. No próximo ano, esse número será menos de 15%, mas isso não significa que a aceleração da tecnologia diminuirá, já que ainda é preciso investir em tecnologias inteligentes, como automação e mecanismos de previsão que se concentram nos resultados — e não vejam apenas as finanças.

2. Os gastos globais com software de gerenciamento de pedidos crescerão para mais de US$ 1 bilhão em 2022, chegando a US$ 1,5 bilhão em 2024
Para as marcas, as melhores experiências serão feitas por meio do “comércio em qualquer lugar”. Ele se fará presente com facilidades para todos os momentos de compra. Por isso, as empresas vão investir na construção de suas arquiteturas de experiência; desde o gerenciamento de pedidos, pagamentos e controle de estoque, que tornará real as experiências imersivas para cada perfil de consumo.

3. Em 2022, 60% dos incidentes de segurança envolverão terceiros
As companhias estão procurando tornar as cadeias de suprimentos mais resilientes, sem abrir mão da sua vantagem competitiva. A junção dessas duas prioridades impacta no aumento do ecossistema de terceiros. Porém, isso pode ser um problema e, de acordo com os dados da Forrester, 55% dos profissionais de segurança relataram que sua organização teve um incidente envolvendo a cadeia de suprimentos ou fornecedores terceirizados nos últimos 12 meses. Para evitar serem potenciais vítimas dos ciberataques, os gestores estão repensando estratégias e voltando-se à avaliação de risco para mapear melhor a cadeia de suprimentos e ter gerenciamento de continuidade de negócios.

4. 75% das estratégias de engajamento personalizado não atenderão às metas de ROI devido a insights inadequados dos consumidores
O engajamento digital será regra no próximo ano, com 70% dos profissionais de marketing adotando uma estratégia de engajamento digital “always on” em 2022. Cerca de 17% dos consumidores B2B disseram que a competência demonstrada durante o processo de compra foi o principal, muito à frente do relacionamento com o representante de vendas (5%) ou referências de clientes (6%). Alinhado a isso, o orçamento de Martech caiu para 19% este ano, mas aumentará para 25% em 2022. No entanto, esses esforços não atenderão aos objetivos de ROI devido à falta de conhecimento de quem é o comprador. É imperativo que os profissionais de marketing coloquem o cliente no centro para garantir que as metas de personalização sejam atendidas.

5. Em 2022, US$ 10 bilhões de gasto com design serão transferidos para fornecedores e serviços que se comprometem com a acessibilidade
À medida que a acessibilidade se torna obrigatória, os fornecedores de tecnologia e empresas de serviços precisarão fortalecer a experiência dos consumidores. Mais organizações que compram tecnologia se comprometerão com a acessibilidade em 2022, devido ao número crescente de empresas criando programas de diversidade e inclusão (26% o fizeram pela primeira vez em 2021). As companhias precisarão seguir o exemplo e assumir compromissos semelhantes se quiserem uma parte dos US$ 10 bilhões.

6. Empresas falham no modo ‘trabalho de qualquer lugar’ – e não é o culpa do vírus
10% das empresas se comprometerão com um futuro totalmente remoto e, para os 90% restantes, as prescrições de vacinas levarão às complicações, mas não serão a causa da maioria das falhas no retorno ao escritório. Os mais prejudicados serão os 60% das empresas que estão mudando para um modelo híbrido: um terço das primeiras tentativas no modo ‘trabalho de qualquer lugar’ não funcionará. Para os gestores, o modelo híbrido funcionaria, mas ainda pensam no dia a dia como se os funcionários estivessem totalmente no escritório. Já um número menor (30%) de empresas insiste em um modelo voltado totalmente ao escritório, mas seus funcionários não aceitam. O não comparecimento nessas empresas vai subir acima de suas médias da indústria – as taxas de abandono mensal aumentarão para até 2,5% em 2022. Esse cenário só mudará quanto os líderes finalmente se comprometerem a fazer o trabalho híbrido funcionar.

7. O nativo da nuvem é o centro das atenções na nuvem corporativa
A adoção nativa da nuvem aumentou entre 2020 e 2021: os desenvolvedores relataram um aumento no uso de contêineres (33% a 42%) e sem servidor (26% a 32%) em sua organização. Já em 2022, a adoção nativa da nuvem aumentará para metade das organizações empresariais. Mais importante, as empresas irão reformular suas estratégias de nuvem para serem nativas da nuvem e as tecnologias de big data, IA, Internet das coisas transcenderão todos os principais domínios de tecnologia.

8. Recompensas de viés dão frutos
As recompensas de viés são baseadas em premiações aos usuários que detectam problemas no software de segurança. No caso de tendências de polarização, os usuários são recompensados por identificar tendências em sistemas de IA. Em 2022, pelo menos 5 grandes empresas apresentarão esse tipo de programa.

9. Em 2022, o investimento em infraestrutura inteligente aumentará 40%
É esperado que, em 2022, os investimentos em infraestrutura inteligente obtenham um crescimento notável impulsionado por gastos inesperados do governo em todas as geografias. IoT e tecnologias de ponta que utilizam redes avançadas como 5G demonstraram que podem capacitar estradas e trens inteligentes e conectados.

Para facilitar a recuperação da pandemia, o planejamento municipal priorizará iniciativas para fornecer aos cidadãos conectividade com a Internet, melhorar a saúde pública e gerenciar recursos críticos, tais como água e energia, usando medidores inteligentes. Esses insights serão reaproveitados em infraestrutura habilitada para IoT que modificam os padrões de tráfego, reduzem o congestionamento ou permitem veículos autônomos em portos e aeroportos.

Diante de todas essas tendências para 2022, está claro que é preciso rever as lições aprendidas de 2020 e 2021 para construir um caminho mais ágil, criativo e resiliente. Os gastos com tecnologia serão acelerados e os líderes irão investir em inovação para redirecionar suas estratégias de negócios com adoção de IA e demais tecnologias emergentes.

Para Marcelo Pivovar, head de Tecnologia e Inovação da Oracle no Brasil, o momento é de analisar como as novas tecnologias estão ajudando a desbloquear a criatividade e a inovação das empresas e pessoas. “Passamos por vários desafios nos últimos meses e sabemos que não foi o fim. Durante este tempo, a tecnologia foi uma forte aliada para reconstruir relações humanas e corporativas. Agora, é o momento de caminhar com passos firmes e imaginar um futuro ainda mais conectado e alinhado às expectativas dos consumidores como forma de avançar ainda mais nas melhorias da sociedade”, conclui.

Com informações da Assessoria de Imprensa Oracle Brasil

CLIQUE AQUI E ACESSE OUTRAS MATÉRIAS SOBRE TECNOLOGIA
Connected Smart Cities
Connected Smart Cities é uma plataforma multidimensional que acelera o processo de desenvolvimento das cidades inteligentes.
Publicidade
spot_img
spot_img

Últimas Matérias