AUDIÊNCIA PÚBLICA DEBATE ATUAÇÃO DO SISTEMA NACIONAL DE FOMENTO NO FINANCIAMENTO À INOVAÇÃO

Encontro discutiu o papel do SNF para impulsionar a inovação e tecnologia e sua integração com o Fundo Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (FNDCT)

A Comissão de Ciência e Tecnologia, Comunicação e Informação da Câmara dos Deputados realizou, nesta quinta-feira (9), audiência pública para debater alternativas para sensibilizar e engajar atores do Sistema Nacional de Fomento (SNF), Congresso Nacional e sociedade civil para impulsionar o financiamento à inovação e tecnologia. A mobilização de recursos nessa direção é fundamental para um futuro sustentável e de grande relevância para o desenvolvimento nacional.

“Vivemos numa época de disrupção tecnológica, que vão tratar diretamente da competitividade e do ambiente de negócios e oportunidades para o desenvolvimento do país. A agenda da inovação é muito importante para construir um novo modelo mais sustentável e inclusivo”, afirmou o presidente da Associação Brasileira de Desenvolvimento (ABDE), Sergio Gusmão Suchodolski.



A audiência foi requerida pelo deputado Vitor Lippi (PSDB-SP). Participaram do debate entidades como Confederação Nacional da Indústria (CNI) e Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq), além de representantes de instituições financeiras de desenvolvimento de todo o país: o diretor da Agência de Fomento do Estado da Bahia S.A. (Desenbahia), Paulo de Oliveira Costa; a diretora do Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo Sul (BRDE), Leany Lemos; a presidente do Badesul, Jeanette Lontra; o analista do Sebrae, Agnaldo Dantas; a superintendente do Desenvolve SP, Gilmara Brancalion; e o diretor da Finep e da ABDE, Andre Godoy.

Os representantes das instituições financeiras de desenvolvimento explicaram o trabalho de suas entidades para impulsionar projetos e estimular o ecossistema de inovação e tecnologia em suas áreas de atuação. As associadas da ABDE possuem carteira de crédito superior a R﹩ 24 bilhões para o financiamento à inovação e participação acionária com mais R﹩ 5,5 bilhões em mais de 40 fundos de private equity, venture capital e capital semente.

Plano ABDE 2030

Suchodolski destacou que a entidade está elaborando o Plano ABDE 2030 de Desenvolvimento Sustentável, com ações concretas para impulsionar no cumprimentos dos Objetivos do Desenvolvimento Sustentável (ODS) da Organização das Nações Unidas (ONU), que possui propostas sociais, ambientais e inovação.

“Estamos desenhando o Plano ABDE de Desenvolvimento Sustentável para o novo ciclo político brasileiro. Vamos apresentá-lo no Fórum de Desenvolvimento, em março de 2022. Neste ano, tivemos a participação de oito governadores e vamos reproduzir essa experiência de termos as grandes lideranças participando das discussões para o nosso Plano”.

O documento será entregue às principais lideranças políticas do país, incluindo os presidentes da Câmara dos Deputados e do Senado Federal, de órgãos de controle, governadores e também aos presidenciáveis.

Com informações da Assessoria de Imprensa

CLIQUE AQUI E ACESSE OUTRAS MATÉRIAS SOBRE GOVERNANÇA
Connected Smart Cities
Connected Smart Cities é uma plataforma multidimensional que acelera o processo de desenvolvimento das cidades inteligentes.
Publicidade
spot_img
spot_img

Últimas Matérias