CRIANDO PARCERIAS GLOBAIS PARA CIDADES INTELIGENTES

O principal foco da participação do Moovit no Connected foi fazer conexões, como está no nome do evento. Mostrar o que um aplicativo de mobilidade urbana e um ente público que prioriza seus cidadãos podem fazer quando trabalham de forma conjunta e com um objetivo comum

 

No início de setembro, o Moovit participou do Evento Nacional do Connected Smart Cities & Mobility. Estivemos presentes com um stand e fizemos uma apresentação sobre parcerias desenvolvidas com o poder público em diferentes partes do mundo. Foi cansativo e foi corrido, mas não se enganem: foi muito bom voltar a um evento, rever os amigos e fazer novas conexões. Sempre seguindo os protocolos de saúde e proteção para todos os participantes.

O principal foco da participação do Moovit no Connected foi fazer conexões, como está no nome do evento. Mostrar o que um aplicativo de mobilidade urbana e um ente público que prioriza seus cidadãos podem fazer quando trabalham de forma conjunta e com um objetivo comum.



 

Para os governos municipais, é uma forma de atrair mais passageiros para o transporte público – algo fundamental neste momento em que o setor começa a se reerguer – e distribuir informações atualizadas sobre sua operação, sem precisar usar recursos públicos no desenvolvimento e manutenção das soluções. Para as empresas de tecnologia e mobilidade, é uma maneira de receber uma chancela oficial para atuar nas cidades, trabalhar em sintonia com o poder público e levar informações relevantes para os seus usuários.

Na apresentação, mostramos um exemplo recente: nossa parceria com a cidade de Maceió, que escolheu o Moovit como aplicativo oficial para mobilidade urbana em maio. O caso foi analisado por três ângulos: do aplicativo de mobilidade, da empresa parceira de tecnologia, e da prefeitura municipal.

Para o Moovit, um dos grandes benefícios foi ter acesso às informações sobre localização em tempo real dos ônibus para compartilhar com os usuários – a Cittati Tecnologia, com quem dividimos o palco no Evento Nacional, foi essencial para isto. E a cidade ganhou uma ferramenta personalizada e atualizada para orientar seus moradores e turistas, se mostrando pronta para a inovação. Abriu um canal direto para compartilhar campanhas e informes relevantes sobre transporte público e outros assuntos urgentes.

Se valendo da presença global do Moovit – estamos em mais 3 mil cidades de 112 países – nossos gerentes de parcerias para América Latina, América do Norte e Europa detalharam casos de sucesso em seus continentes.

Em Roma, após o Moovit se mostrar uma ferramenta milagrosa quando a cidade foi invadida por 3 milhões de turistas para acompanhar a canonização do Papa, tanto a prefeitura como o operador de metrô e ônibus da cidade nos viram como parceiros. No Chile, o Ministério do Transporte usou o aplicativo para orientar torcedores na Copa América 2015, o que resultou no mapeamento de transporte público em todo o país. E no estado de Nova York, durante o ápice da pandemia de COVID-19, o Moovit foi fundamental para que os passageiros se sentissem seguros usando transporte coletivo.

Foi este tipo de conexão que fomos buscar no Connected Smart Cities & Mobility 2021. Saímos do evento com várias possibilidades para levar esses benefícios a brasileiros em diversas partes do país, compartilhando  informações sobre transporte público. E estamos sempre prontos para desenvolver cada vez mais parcerias.

As ideias e opiniões expressas no artigo são de exclusiva responsabilidade do autor, não refletindo, necessariamente, as opiniões do Connected Smart Cities

Pedro Palhares
Gerente geral do Brasil no Moovit. Atuou por 12 anos no mercado financeiro e, em 2013, a convite do então secretário de transportes do Rio de Janeiro, migrou para a área pública, onde foi o responsável pela abertura dos dados do transporte público. Formação: Administração de Empresas (IBMEC-Rio) e Finanças (FGV).
Publicidade
spot_img

Últimas Matérias