DEZ SOLUÇÕES DE NEGÓCIOS SÃO FINALISTAS AO PRÊMIO CONNECTED SMART CITIES 2021

Os escolhidos concorrem nas categorias Negócios em Operação e Negócios Pré-Operacionais e serão apresentados durante a 7ª.edição do Connected Smart Cities & Mobility

Em seu sétimo ano, o Prêmio Connected Smart Cities é uma das ações da Plataforma Connected Smart Cities que tem o propósito de promover a discussão, a troca de informações e a difusão de ideias entre governo, empresas e organizações da sociedade civil. O Prêmio é dividido entre as categorias Negócios em Operação (que oferecem produtos ou serviços com receita disponíveis no mercado), e Negócio Pré-Operacionais (que ainda estão em fase de desenvolvimento).

Todos os 28 negócios inscritos tiveram duas etapas de avaliação. A primeira foi uma triagem,  em que os negócios foram analisados pela Comissão Organizadora, tendo em vista a adequação aos aspectos formais do regulamento. A segunda, classificatória, foi chamada de Comitê de Avaliação, formada por uma banca de especialistas de mercado, empreendedores, acadêmicos e pesquisadores em cidades inteligentes e empreendedorismo. Coube a esta banca definir os 5 finalistas de cada categoria, com base nos critérios de avaliação adequados às temáticas e aos objetivos do Prêmio: 



  • Contribuição para tornar as cidades mais inteligentes;
  • Contribuição para a solução de problemas das cidades;
  • Inovação e Criatividade da ideia central do negócio; 
  • Percepção de benefício para o cliente; 
  • Impactos (ambientais, sociais e econômicos) nos mercados de atuação; 
  • Viabilidade de implementação (financeira, humana, cultural, tecnológica); 
  • Potencial de mercado; 
  • Perfil do empreendedor;
  • Experiência da equipe; 
  • Resultados.

A premiação reconhece negócios de pessoas jurídicas com sede no Brasil, que  contribuam de forma inovadora com a resolução de problemas das cidades, tornando-as mais inteligentes. Depois da escolha dos finalistas, na última etapa de avaliação, chamada Apresentação, os concorrentes são orientados a desenvolverem um vídeo pitch, de até 5 minutos, falando sobre o negócio inscrito. Esse vídeo é avaliado por uma nova banca, também formada por especialistas de mercado, empreendedores, acadêmicos, pesquisadores, levando em consideração os mesmos critérios mencionados acima. Aqueles que recebem as melhores notas nesta etapa são os vencedores. Serão três primeiros colocados de cada categoria, sendo cinco finalistas em cada uma delas.

Finalistas da Categoria Negócios em Operação:

  • Planta Feliz – São Paulo (coleta, compostagem e comercialização de adubo orgânico);
  • Sistema Monitora Horus – Florianópolis (identificação de obras irregulares e desmatamento);
  • Erê Lab e Cooperê – São Paulo (espaços lúdicos em prol da infância);
  • Lemobs Alimentação Escolar – Rio de Janeiro (gestão da merenda escolar municipal);
  • Grilo Mobilidade e Tecnologia – Porto Alegre (startup com atuação na micromobilidade urbana sustentável);

Finalistas da Categoria Negócios Pré-Operacionais

  • Método Bumerangue – Porto Alegre (gerenciamento de resíduos em serviços de saúde);
  • WiiGo – São Paulo (dispositivo de compartilhamento de bicicletas, patinetes e veículos elétricos nas periferias);
  • Mobilidade Coletiva sob Demanda – Brasília (plataforma com oferta de serviços coletivos sob demanda);
  • Spacein – São Paulo (plataforma para organizar fluxo de pessoas nas empresas e coworkings);
  • D.A.E – Dívida Ativa Eficiente – Bahia (plataforma para fomentar a arrecadação municipal com recuperação de dívidas públicas).

Os três primeiros colocados de cada categoria de Negócios recebem:

1º Lugar: Troféu + iPad Apple 10,2’’ 8ª Geração (Wi-fi), 32GB ou semelhante, Resolução 2160 x 1620 pixels a 264 ppp, com Bluetooth, Câmera Traseira de 8MP e Câmera Frontal de 1.2MP, Sistema Operacional IOS, ou semelhante;

2º Lugar: Troféu + Leitor de livros digitais, com 167 PPI, dimensões 160 x 115 x 9,1 mm e wi-fi, ou semelhante;

3º Lugar: Troféu.

De acordo com Bruno Asp, sócio-diretor da Neurônio, empresa realizadora da premiação, “o Prêmio Connected Smart Cities torna possível a diferentes públicos conhecerem soluções que contribuem diretamente com as cidades onde vivem, dando visibilidade e potencializando negócios aos participantes e vencedores”.

“O Prêmio tem papel fundamental nas ações voltadas ao desenvolvimento das cidades, principalmente no atual cenário”, completa Paula Faria, CEO da Necta e idealizadora do Connected Smart Cities & Mobility. 

O evento nacional, a apresentação do Ranking 2021 e o Prêmio Connected Smart Cities acontecem nos dias 01 e 02 de setembro, no Centro de Convenções Frei Caneca, em São Paulo. Neste ano, os participantes podem escolher se querem o formato presencial nos dois dias, ou o digital, nos dias 01, 02 e 03, transmitido pela plataforma Attendify.

Patricia Esteves
Assessora de Imprensa da Necta - Conexões com Propósito
Publicidade
spot_img
spot_img

Últimas Matérias