COM INVESTIMENTO DE R$ 35 MILHÕES, HUAWEI INAUGURA CENTRO DE INOVAÇÃO PARA ECOSSISTEMA DE 5G EM SÃO PAULO

Ecosystem Innovation Technology Center foi idealizado para clientes e parceiros interessados em enriquecer ecossistema com uso de 5G, nuvem e inteligência artificial de olho na nova evolução da transformação digital.

A Huawei inaugura o Ecosystem Innovation Technology Center (EITC), primeiro Centro de Inovação para experimentação de 5G e Inteligência Artificial de São Paulo. Localizado na sede da empresa na capital paulista, o centro foi idealizado para oferecer um ambiente de inovação e integração para todo o ecossistema, que envolve não só as operadoras, como outros parceiros da a indústria de TIC (Tecnologia de Informação e Comunicação). A empresa investiu R﹩ 35 milhões.

“O novo centro de inovação de alta capacidade foi idealizado para nossos clientes e parceiros desenvolverem soluções baseadas na quinta geração de tecnologia móvel para diferentes setores da economia brasileira”, explica Sun Baocheng, CEO da Huawei no Brasil.

No EITC, será possível transitar entre o espaço “Huawei Legacy” (“Legado Huawei”), que retrata a história de parceria da empresa com o Brasil ao longo dos últimos 23 anos; o “ICT Foundation” (“Fundação TIC”), que destaca os pilares da nova transformação digital, como tecnologia 5G, computação em nuvem e inteligência artificial; o “Industry Vertical” (“Vertical Indústria”), que vai apresentar aplicações reais para diversos setores, como Agricultura, Mineração, Logística e Mídia, que retratam o avanço das TIC; e o “Telco Top Gear”, com o portfólio de soluções de ponta a ponta de 5G, fibra óptica, micro-ondas e outros produtos.



O Centro de Inovação estará aberto a todos os interessados em desenvolver, em conjunto, novas aplicações e provas de conceito em condições reais de uma rede 5G ponta a ponta. Nele, os parceiros da Huawei poderão se preparar para desafios futuros por meio de soluções de tecnologias avançadas com o uso integrado de 5G, Cloud Computing e Inteligência Artificial, que permitirão visualizar em tempo real o impacto da adoção de novas aplicações e serviços em seus negócios. O centro de inovação também vai possibilitar a simulação de procedimentos de preparação da solução de TIC, acelerando assim as principais etapas de criação de novos processos.

O EITC ainda irá mostrar como é formada uma rede 5G e suas possibilidades, como a grande largura de banda, baixa latência e conectividade em massa. A quinta geração de tecnologia móvel e a Internet das Coisas possibilitam experiências totalmente novas, processos automatizados e novos modelos de negócios. Contribuir para a implementação de estratégias mais eficientes não reduz somente os custos, como melhora os resultados financeiros de todo o ecossistema.

“A Huawei é parceira do Brasil há 23 anos e quer continuar a impulsionar a inovação no país. Estamos disponibilizando nossa infraestrutura de 5G, Cloud e Inteligência Artificial no Ecosystem Innovation Technology Center para todos que quiserem investir em novas soluções para e economia brasileira, a fim de acelerar a criação de um ecossistema de aplicações baseadas na tecnologia móvel 5G”, destaca o CEO. “Queremos nos tornar o condutor do desenvolvimento digital e o principal parceiro dos clientes na transformação digital, fundamental para o sucesso de futuros negócios. Com base em nosso foco principal de infraestrutura de TIC, a Huawei quer construir um ecossistema aberto, colaborativo e benéfico para todos os envolvidos”, completa.

No mesmo espaço, a empresa inaugura o T-Center (Trustworthy Center), um centro de cibersegurança aberto, onde clientes e parceiros, incluindo o poder público, poderão conhecer o processo de governança fim a fim da empresa, as técnicas mais avançadas na cibersegurança dos produtos ao longo de todo o ciclo de vida, além de cenários relevantes de aplicação como cibersegurança da rede 5G, de sistemas de computação na nuvem, de dispositivos inteligentes, de carros conectados, etc.

“Cibersegurança e proteção de dados são fundamentais no mundo digital, e prioridades máximas pra a Huawei, que investiu mais de US﹩ 1 bilhão neste segmento somente em 2020. Nosso T-Center traz as técnicas e processos mais avançados em cibersegurança e proteção de dados, colocando-os a disposição de clientes e parceiros e facilitando a comunicação, troca de experiências, inovação conjunta e formação de ecossistemas locais”, ressalta Marcelo Motta, CSO da Huawei Brasil e América Latina.

Para destacar a inauguração do EICT e a importância de uma plataforma para aprimorar o ecossistema para impulsionar a geração de novas oportunidades e a transformação digital, a Huawei realiza pela primeira vez no Brasil o Ecosystem Summit nesta quarta, 28, com uma série de palestras sobre o tema no Palácio Tangará, em São Paulo.

Com informações da Assessoria de Imprensa

CLIQUE AQUI E ACESSE OUTRAS MATÉRIAS SOBRE TECNOLOGIA
Publicidade
spot_img

Últimas Matérias