SOLUÇÃO TAP TO PHONE VISA PARA PEQUENAS EMPRESAS DISPARA NA AMÉRICA LATINA E NO CARIBE

A solução Tap to Phone da Visa está crescendo significativamente em toda a América Latina e no Caribe (LAC). Hoje, já existem sete destas soluções em operação na região e dezenas em desenvolvimento, além de mais de 20 fornecedores certificados na América Latina e no mundo que, juntos, podem ajudar a implementar novos projetos em tempo recorde. O aplicativo VendeMás, da Niubiz, maior credenciadora da Visa no Peru, é líder global na habilitação do Tap to Phone e, com poucos meses de lançamento, já fez o onboarding de mais de 25 mil novos estabelecimentos comerciais.

Essa tecnologia permite que a pequena empresa aceite pagamentos por aproximação com facilidade – basta baixar um app e usar um smartphone com NFC como dispositivo POS móvel, o que elimina a necessidade de equipamentos ou dongles de pagamento e as despesas associadas aos mesmos. Com isso, os estabelecimentos comerciais podem receber pagamentos de forma simples e econômica, garantindo transações com alto padrão de segurança; eliminar barreiras como o custo de aquisição e manutenção de uma maquininha POS; trocar o hardware pelo software, reduzindo problemas de logística para entrega e troca de aparelhos; e evitar contatos com os consumidores.



Da mesma forma, a solução é vantajosa aos clientes, que aproximam do celular do vendedor a credencial de pagamento sem contato de sua preferência – como cartões, carteiras digitais e outros dispositivos – para pagar de forma prática e segura, pois ficam com o cartão durante todo o processo de pagamento.

Na América Latina, o Tap to Phone está disponível na Costa Rica, na Guatemala, no Peru e no Brasil, onde a novidade chegou recentemente. E em um momento crítico como o que estamos vivendo no país, os micros, pequenos e médios empresários ganharam um benefício valioso na palma da mão, uma vez que muitos consumidores estão experimentando mais os pagamentos por aproximação, seja por reduzir o contato em época de distanciamento social, seja por melhorar a experiência de compra, proporcionando conveniência e segurança.

“Os latino-americanos gostam de usar o celular de formas inovadoras. A pequena empresa pode se conectar rapidamente à rede da Visa e começar a aceitar pagamentos por aproximação usando os dispositivos móveis que já possuem, o que acelera o comércio para vendedores de toda a região e do mundo. Não é de se surpreender que a tecnologia Tap to Phone esteja empolgando consumidores e estabelecimentos comerciais, uma vez que oferece conveniência, agilidade e segurança para pagar e receber pagamentos”, afirma Xiko da Rocha Campos, Head de Merchant Sales & Acquirers para a América Latina e o Caribe. “A demanda por esse serviço na região está nas alturas e a Visa está muito feliz em atender as necessidades de aceitação de pagamentos com soluções inovadoras, em todos os lugares”, conclui.

A popularidade da solução reflete uma tendência contínua de alta na preferência por soluções de pagamento por aproximação na América Latina e no Caribe, onde a penetração desse tipo de transações com credenciais Visa ultrapassou a marca de 20% em abril de 2021. Em mercados como Costa Rica e Chile, esse percentual supera os 70%, e na Argentina chega a 15%. No Brasil, essas transações também tornaram-se uma tendência. Para se ter uma ideia, no comparativo de março deste ano com o mesmo mês do ano anterior, o crescimento do número de transações por aproximação com Visa no país foi 5x maior.

O Tap to Phone e os pagamentos por aproximação já caminham lado a lado em mercados como Costa Rica, Peru, Chile, Guatemala e muitos outros que estão em rota para atingir altos níveis de adoção de transações Tap to Pay, tornando todo o fluxo de pagamento rápido, fácil e seguro. A ferramenta é mais um passo fundamental para a indústria de pagamento promover a expansão da aceitação de tecnologias digitais, cujo potencial é atender principalmente a necessidade de pequenos e médios comerciantes.

Caso de sucesso: Tap to Phone traz resultados rápidos para padaria costa-riquenha

A Panadería y Cafetería K&W, uma padaria e cafeteria costa-riquenha, concluiu que o sistema de pagamento tradicional no estabelecimento tinha vários inconvenientes. O sistema envolvia despesas com aluguéis mensais e prazos de 24 horas para receber fundos e relatórios de transação; além disso, exigia que os clientes saíssem de suas mesas e se dirigissem ao caixa para pagar a conta. Com a mudança para o Tap to Pay, os totais das transações subiram 17% em um mês depois que a empresa migrou uma parcela maior do seu processamento de pagamento para a nova solução, criando imediatamente uma experiência mais positiva para o cliente e melhor para os funcionários, além de aumento nas vendas, na economia e na liquidez.

A Panadería y Cafetería K&W adotou o Conexión BP, serviço Tap to Pay de pagamento por aproximação da Visa disponível na Costa Rica por meio do Banco Popular, um grande banco no país. Com isso, os funcionários ganharam a flexibilidade de usar seus celulares para aceitar pagamentos por aproximação na padaria e na cafeteria.

“Com Tap to Phone, pequenas empresas como esta padaria e cafeteria costa-riquenha podem usar soluções de pagamento que lhes permitem configurar o próprio negócio de forma mais conveniente e eficiente para atender as necessidades e as expectativas dos clientes”, conta Jorge Lemus, gerente de grupo de países da Visa no Caribe e na América Central. “Ao mesmo tempo, os clientes adoram a praticidade e a segurança da solução, pois ficam de posse do próprio cartão o tempo todo, o que reduz as chances de fraude.”

Na Costa Rica, mais de 70% dos pagamentos presenciais da Visa são realizados com tecnologia de pagamento por aproximação. A solução Tap to Phone da Visa foi lançada no ano passado e aproveitou esse impulso para ser a opção de pagamento preferida das pequenas empresas. Ela permite que estabelecimentos comerciais de vários setores da Costa Rica – entre os quais, mais de 350 mil microempresas, 20 mil lojas e mercearias no país, bem como empreendedores não tradicionais, como feirantes e taxistas – atendam clientes que não andam com dinheiro na carteira, segundo os dados do governo.

Com informações da Assessoria de Imprensa

CLIQUE AQUI E ACESSE OUTRAS MATÉRIAS SOBRE SOLUÇÕES
Publicidade
spot_img

Últimas Matérias