MACAPÁ GANHA SANDBOX PARA TESTAR TECNOLOGIAS DE CIDADES INTELIGENTES

Prefeitura assinou decreto para instituir o sandbox, um ambiente urbano para área de validação de tecnologias, em evento de lançamento do Mobilidade Inteligente

O decreto que cria o sandbox permite a delimitação de uma área, em zona urbana, livre de regulamentação, onde tecnologias inovadoras de Cidades Inteligentes possam ser testadas e validadas. Com esse objetivo, o prefeito de Macapá, Dr. Furlan, assinou o decreto de Sandbox, nesta manhã (25/06), na sede da Companhia de Transportes e Trânsito de Macapá (CTMac), em evento de lançamento do projeto de Mobilidade Inteligente, uma iniciativa da Agência Brasileira de Desenvolvimento Industrial (ABDI) com a prefeitura.

O sandbox faz parte do projeto de cidades inteligentes da ABDI que está em instalação na capital do Amapá. A iniciativa partiu do senador Davi Alcolumbre (DEM), que conheceu as ações desenvolvidas pela Agência para municípios e apoiou o desenvolvimento de uma solução de mobilidade inteligente para Macapá.



“Esse projeto piloto vai promover conhecimento, tecnologia, elevar o patamar da cidade na área de inovação e tecnologia, promover o bem-estar, segurança e a melhorar a qualidade de vida do cidadão”, afirmou. O senador destacou ainda a importância da prontidão da ABDI em assumir o desafio de fazer de Macapá a primeira capital do Norte a ter tecnologias de cidades inteligentes.

O presidente da ABDI, Igor Calvet, enfatizou a importância do projeto não apenas para a melhoria da mobilidade urbana mas também para a análise de dados que permitirá a tomada de decisões e formulação de políticas públicas. Ele disse ainda que um dos desafios da ABDI é colocar Macapá no ranking das 100 cidades mais conectadas de cidades inteligentes.

“Estou certo de que Macapá tem todas as condições para entrar nesse ranking. Mais de 45% dos empregos formais da cidade são de profissionais de ensino superior. O setor de TICS cresceu 5% em 2020. Tenho certeza que com a expertise e com desenvolvimento, o projeto vai ter muito êxito”, concluiu.

De acordo com o prefeito da capital Amapaense, Dr. Antônio Furlan, a implementação das tecnologias vai transformar a economia da cidade. “Quando o decreto de sandbox é instituído como uma zona onde se tem o livre experimento tecnológico, a gente abre a região para novas empresas e investimentos”, afirmou.

Marcílio Dantas, diretor presidente da CTMac, considera a assinatura do decreto uma “virada de chave” na região Norte. Para Marcílio, “o ambiente propicio para fazer o teste e validação de tecnologias fará de Macapá um celeiro de ciência tecnologia, inovação e empreendedorismo”.

O diretor de Gestão da ABDI, Valder Moura, ressaltou os benefícios do projeto para o cidadão. “Macapá não poderia ficar de fora desse projeto. É um projeto que traz benefícios para o cidadão, para empresas de base tecnológica e para o ente governamental. Um projeto que transforma o modelo de contratação da prefeitura do município com a implantação de inovação tecnológica. Que esse projeto continue a gerar frutos e enriquecer Macapá”, disse.

Tecnologias

Ao todo, já foram instalados 36 semáforos inteligentes em 12 cruzamentos da capital, nas ruas Leopoldo Machado e Guanabara; um Centro de Comando e Controle de Operações (CCO) que funcionará na sede da Companhia de Trânsito e Transporte de Macapá (CTMac); e um living lab. O sistema está instalado e pronto para funcionar. Os equipamentos serão ligados paulatinamente, para permitir a sincronização entre eles.

Os semáforos são capazes de identificar o número de veículos em cada uma das vias e liberar o fluxo de acordo com a demanda. Mudam, em tempo real e automaticamente, o seu método de funcionamento com o uso de inteligência artificial. A adoção desta tecnologia, de maneira geral, promove maior qualidade na circulação viária e melhorias em torno de 20% a 30% na fluidez do tráfego, reduzindo tempo de parada dos veículos.

A ação em Macapá faz parte dos projetos de Cidades Inteligentes da ABDI, que envolvem a integração de tecnologias como Internet das Coisas (IoT), Big Data, Inteligência Artificial e Conectividade. A ABDI tem como missão disponibilizar tecnologias para o setor produtivo brasileiro e para os gestores públicos.

Renovação

Atualmente, a capital possui 126 semáforos instalados nas vias do perímetro urbano. Desse total, 12 grupos semafóricos foram substituídos para execução do programa Cidades Inteligentes. A expectativa da Companhia Municipal de Trânsito e Transporte de Macapá (CTMac) é fazer a substituição dos demais grupos semafóricos para este novo modelo a fim de dar fluidez e aumentar a segurança nas ruas e avenidas da cidade. Para isso, a Prefeitura e a CTMac estão viabilizando recursos junto a Superintendência de Desenvolvimento da Amazônia (Sudam) e aos parlamentares para o custeio desse investimento.

Com informações da Assessoria de Imprensa

CLIQUE AQUI E ACESSE OUTRAS MATÉRIAS SOBRE CIDADES
Connected Smart Cities
Connected Smart Cities
Connected Smart Cities é uma plataforma multidimensional que acelera o processo de desenvolvimento das cidades inteligentes.
spot_img
Publicidade
spot_img

Últimas Matérias