DIGITAL DAY: HUAWEI APRESENTA COMO SERÁ O FUTURO COM 5G

Durante o congresso Digital Day, a Huawei demonstrou as aplicações da Realidade Virtual e do potencial da Internet das Coisas

A Huawei, líder global em TIC – Tecnologia, Informação e Comunicação, participou do Digital Day, iniciativa do Governo Federal e do Ministério das Comunicações, que aconteceu entre 3 e 7 de maio, para demonstrar as aplicações mais inovadoras da tecnologia 5G que irão impactar positivamente diversos setores do país. A companhia participa ativamente da transformação digital do país desde sua chegada ao Brasil, em 1998, com a instalação do 3G até o 4.5G. Atualmente, a empresa fornece infraestrutura de 5G ponta a ponta, do núcleo de rede até as Estações Radio Bases (ERBs).

Quem visitou o estande da Huawei no Digital Day foi recepcionado por um robô e pode conhecer de perto uma antena 5G. “Estamos posicionados como a única empresa do mundo capaz de fornecer às operadoras todas as soluções de ponta a ponta de uma rede 5G, tanto para as indústrias, como para o consumidor final. Nossos equipamentos são mais avançados e mais acessíveis, por conta da nossa presença global em mais de 170 países, o que faz com que nosso produto ganhe escala. Também temos mais de 270 certificações internacionais de segurança”, afirma Sun Baocheng, CEO da Huawei no Brasil.



O estande da Huawei demonstrou as aplicações do 5G em diversos setores da economia. No destaque do espaço, os visitantes puderam conhecer a antena 5G mais leve do mundo, que pode ser instalada por apenas 1 pessoa, o 5G Smart Campus Warehouse, centro de distribuição inteligente localizado em Sorocaba (SP), que opera desde o ano passado com uma rede 5G privada, instalada após autorização da Anatel. Com uma área de 22 mil m², é o maior centro de logística da Huawei no Brasil e o primeiro com a tecnologia 5G na América Latina.

O projeto é uma amostra do potencial da Internet das Coisas, sustentada pela quinta geração de telefonia móvel, a única que suporta a conexão entre máquinas. Tarefas como transporte de matéria-prima e equipamentos passaram a ser executados por robôs autônomos, os AGVs – veículos autoguiados – que resultou em um ganho de 25% na eficiência na operação, com o ciclo de produção caindo de 17 para 7 horas. Os AGVs foram demonstrados no estande, assim como outras aplicações do Warehouse relacionadas ao controle e monitoramento remoto de segurança e câmeras HD industriais

Outro espaço que chamo a atenção dos visitantes foi o dedicado às soluções de mídia, com destaque para uma experiência que permitiu assistir a uma partida de futebol com experiência de Realidade Virtual. A implementação do 5G vai ampliar a capacidade de transmissão para vídeos em maiores resoluções com 4K e 8K, proporcionando experiências muito mais imersivas de eventos culturais e esportivos, como a visualização de detalhes mínimos e replay em diferentes ângulos.

Já o setor dedicado à Agropecuária Inteligente, destacou as inovações que o 5G vai possibilitar, entre elas o uso de drones para o monitoramento da produção com mais eficiência, como a detecção de pragas e doenças por meio do rastreamento combinado de imagens e vídeos de alta resolução armazenados em Nuvem. Essas soluções ainda vão possibilitar a otimização da aplicação de fertilizantes e pesticidas, permitindo ao agricultor reduzir os custos da operação. Para a pecuária, vai apresentar uma aplicação de rastreamento de rebanhos, assim como equipamentos que podem garantir conexão em lugares remotos.

O estande ainda contou com espaço dedicado à tecnologia sustentável, chamado de Green World, que mostrou como as soluções da Huawei foram idealizadas para seguir a tendência mundial de reduzir as emissões de CO2, com investimento em materiais mais leves e sustentáveis. O Green Datacenter e Green Site, que integram um otimizador inteligente que rastreia a eficiência de rendimento de energia, reduzindo a perda provocada pelo bloqueio e aumentando o rendimento de energia em 20%, foram outros exemplos apresentados.

A companhia também explicou com o 5G vai impactar outros setores da Economia, como Mineração, Portos e Aeroportos. Alguns cases que já são realidade nas minas da China também poderão ser aplicados no Brasil, como por exemplo as escavadoras controladas à distância, o que aumenta a segurança dos trabalhadores.

As soluções projetadas para a operação de Portos Inteligentes proporcionadas pela rede 5G incluem controle remoto de guindastes para melhorar a eficiência e a segurança; transporte realizado por AGVs e direção assistida; a combinação de computação em nuvem, inteligência artificial e 5G para realizar a vigilância do cenário completo dos portos por vídeo. Já as soluções para Aeroportos Inteligentes mostraram o exemplo do Aeroporto de Shenzhen, na China, o único selecionado como referência para o “Aeroporto do Futuro” pela Associação Internacional de Transporte Aéreo. A Huawei oferece infraestrutura TIC e uma plataforma que auxilia na construção de aplicações para controle da operação, segurança, proteção e serviços, o que contribui para a transformação digital dos aeroportos.

E ainda foi apresentado, por meio de vídeo, o Ecossistema de iniciativas educacionais que a Huawei promove para contribuir com a capacitação de talentos para o setor de TIC e a geração de empregos no Brasil. Nos últimos cinco anos, a empresa já capacitou mais de 36 mil profissionais no país e a expectativa é treinar mais 40 mil nos próximos cinco anos.

Com informações da Assessoria de Imprensa da Huawei

CLIQUE AQUI E ACOMPANHE OUTRAS MATÉRIAS SOBRE TECNOLOGIA.

Publicidade
spot_img
spot_img

Últimas Matérias