SP: CICLOVIA RIO PINHEIROS TEM PÚBLICO MAIOR E É INCENTIVO AO PEDAL

Bicicletários em terminais e estações também favorecem atividade física

Nesta sexta-feira (19) em que se comemora o Dia do Esportista, a Secretaria dos Transportes Metropolitanos lembra a importância dos bons hábitos para uma vida saudável. Além de mais de 10 mil vagas em bicicletários espalhadas pelo sistema metropolitano de transportes, a STM incentiva a prática esportiva oferecendo mais de 36 quilômetros de faixas exclusivas para bicicletas, totalmente separadas do trânsito de veículos automotores. A Ciclovia Rio Pinheiros, por exemplo, recebeu 80 mil ciclistas em janeiro.

A Organização Mundial da Saúde (OMS), recomenda 150 minutos de atividade física de intensidade moderada ou 75 minutos de intensidade elevada por semana para adultos. Quem integra a bicicleta com transporte coletivo, como muitos dos nossos passageiros, aproveita parte do deslocamento pela cidade para se exercitar também.

A atividade física contribui para a nossa saúde física e mental e a disponibilidade de bicicletários em estações e terminais incentiva, principalmente os moradores de cidades da região metropolitana, a usar a bicicleta.

Ciclovia Rio Pinheiros – Inaugurada em 2010 pela CPTM, com 21,5 quilômetros de extensão ao longo da Linha 9-Esmeralda, a Ciclovia Rio Pinheiros é um espaço de lazer e prática esportiva, que funciona diariamente das 5h30 às 18h30. Em 2020, através de um chamamento público, a Companhia passou a gestão do espaço para a Farah Service, que fez obras para recuperar e pintar o asfalto, providenciou nova sinalização, instalou banheiros com chuveiros e pontos de apoio para ciclistas.

A ciclovia conta hoje com seis pontos de apoio com banheiro, bebedouro e atendimento, localizados ao longo do percurso: Avenida Miguel Yunes, Santo Amaro, Vila Olímpia, Cidade Jardim, Cidade Universitária e Villa-Lobos/Jaguaré.

Ciclovia Linha 15-Prata – Sob todo o traçado da Linha 15-Prata, o Metrô construiu uma ciclovia de 13 km totalmente segregada e iluminada no canteiro central das avenidas Anhaia Mello e Sapopemba. A via é aberta 24h para os ciclistas e cercada por um projeto paisagístico com jardim e árvores, tornando-se uma importante opção de deslocamento e lazer aos moradores das regiões de São Mateus, Sapopemba, Parque São Lucas e Vila Prudente.

Ciclovia Caminho Verde – Construída em 2008 pelo Metrô, foi a primeira das ciclovias implantadas pela STM. A Caminho Verde tem 12 km, ligando as estações Itaquera e Tatuapé, ao lado da Radial Leste e ao longo da Linha 3-Vermelha do Metrô e 11-Coral e 12-Safira da CPTM. Com jardins e uma topografia plana, é um grande atrativo para os ciclistas, que usam o trajeto como meio de transporte ou área de lazer. O percurso é todo iluminado e pode ser usado de dia e de noite.

BICICLETÁRIOS

EMTU – A EMTU/SP mantém bicicletários nos terminais metropolitanos Jabaquara, São Bernardo do Campo, Santo André Oeste, Americana, Hortolândia, Santa Bárbara d’Oeste e Luiz Bortolosso (Osasco). Além disso, o VLT conta com bicicletário com controle de acesso na Estação Barreiros, em Santos, e outras 12 estações com bicicletários externos de livre acesso. São 1.145 vagas totalmente gratuitas nos bicicletários da EMTU.
Mais informações sobre horários, locais e regras no site.
CPTM – Os bicicletários administrados pela CPTM são gratuitos. Para utilizá-los, basta fazer o cadastro mediante apresentação de RG e levar o próprio cadeado e corrente para prender a bicicleta​.
Os passageiros da Companhia contam com 6.257 vagas em 33 bicicletários próprios. Existem mais três bicicletários administrados por terceiros, somando mais 2.428 vagas.
No site da Companhia, o ciclista encontra todas as informações dos locais e regras para uso dos bicicletários.
Metrô – O Metrô conta com 1.300 vagas em bicicletários e paraciclos distribuídos em 25 estações. O uso dos bicicletários é gratuito e a bicicleta deve ser retirada no mesmo dia. Os ciclistas devem levar seus próprios cadeados e correntes e não precisam fazer cadastro. Nos paraciclos, são as mesmas regras, porém vale lembrar que o Metrô não se responsabiliza pelas bicicletas nesses locais.
Outras informações, no site do Metrô:

Bike embarcada – Aos sábados, domingos e feriados, os passageiros podem embarcar com suas bicicletas durante todo o funcionamento nas linhas de metrô e da CPTM. Durante a semana, as bicicletas são autorizadas de segunda a sexta, das 10h às 16h e a partir das 21h.​

Com informações da Assessoria de Imprensa da Secretaria dos Transportes Metropolitanos do Estado de São Paulo   

Publicidade

Últimas Matérias

SETOR DE TI DA PREFEITURA DE SANTOS TEM TRÊS MULHERES NO COMANDO

As mulheres também são maioria entre os servidores do Município de Santos, que detém o maior percentual de população feminina entre as cidades brasileira No...

MULHERES E O ACESSO À CIDADE

Na cidade, o acesso ao transporte e o direito à mobilidade devem ser assegurados às mulheres e para todas e todos, independente de seu...

MULHERES SÃO MAIORIA EM CARGOS DE DIREÇÃO DA SECRETARIA DE AGRICULTURA DE SP

As mulheres ocupam 52% dos cargos em instituições de pesquisa da Secretaria de Agricultura e são maioria na ocupação de cargos de diretoria e...

PIAUÍ: AÇÃO LEVARÁ ALIMENTOS A MULHERES EM SITUAÇÃO DE VULNERABILIDADE

A campanha solidária organizada pela Suparc Piauí vai arrecadar alimentos para o Projeto Avançar, voltado para mulheres em situação de risco A Superintendência de Parcerias...