CAPACIDADE INSTALADA DE ENERGIA SOLAR TEM CRESCIMENTO DE 63% EM 2020 E A GREENYELLOW ATINGE O TOTAL DE 120 MWP NO PAÍS

A multinacional francesa especializada em energia conta com porta-vozes que podem falar sobre o desenvolvimento da empresa no segmento de GD e as tendências, na visão da organização, para o setor

2020 foi um ano de grande crescimento para o setor de energia solar no Brasil, tanto no âmbito das empresas, que investem na construção de fazendas fotovoltaicas, quanto naquele composto por pessoas que instalam equipamentos em telhados residenciais. De acordo com informações anunciadas pela Absolar (Associação Brasileira de Energia Solar), o período registrou um aumento de 63% na capacidade instalada no País, puxada, em grande parte, pelo segmento de geração distribuída.

Com base nesse cenário, a GreenYellow, multinacional de origem francesa que atua há seis anos no Brasil, registrou no fim do ano passado um total de 120 MWp de capacidade instalada, incluindo os projetos já em andamento e os que estão em construção. A companhia investiu, desde setembro de 2014, um valor estimado em R$ 300 milhões em solo brasileiro, exclusivamente na implantação de plantas solares, sem contar no montante destinado pela organização ao serviço de eficiência energética. Em 2020, a empresa fechou contrato com grandes organizações, como Fleury, Claro, Magazine Luíza, Pão de Açúcar, Assaí, entre outros.

Vale destacar, ainda, que a GreenYellow obteve com a geração solar acumulada, até dezembro passado, 36 mil certificados de i-RECs (Certificados Internacionais de Energia Renovável), emitidos a partir da comprovação da geração de 1 MWh (MegaWatt-hora) de energia renovável. Esse número superou em quatro vezes o resultado alcançado em 2018 e representa a preocupação da companhia com as questões da sustentabilidade e da preservação do Meio Ambiente, essenciais dentro dos valores da GreenYellow.

Caso tenha interesse em abordar esse tema em reportagens, os porta-vozes da GreenYellow estão à disposição para conceder entrevistas e discorrer sobre o impacto do desempenho do setor nos negócios da empresa no ano passado e as tendências e expectativas para 2021.

Com informações da Assessoria de Imprensa da GreenYellow

Publicidade

Últimas Matérias

SETOR DE TI DA PREFEITURA DE SANTOS TEM TRÊS MULHERES NO COMANDO

As mulheres também são maioria entre os servidores do Município de Santos, que detém o maior percentual de população feminina entre as cidades brasileira No...

MULHERES E O ACESSO À CIDADE

Na cidade, o acesso ao transporte e o direito à mobilidade devem ser assegurados às mulheres e para todas e todos, independente de seu...

MULHERES SÃO MAIORIA EM CARGOS DE DIREÇÃO DA SECRETARIA DE AGRICULTURA DE SP

As mulheres ocupam 52% dos cargos em instituições de pesquisa da Secretaria de Agricultura e são maioria na ocupação de cargos de diretoria e...

PIAUÍ: AÇÃO LEVARÁ ALIMENTOS A MULHERES EM SITUAÇÃO DE VULNERABILIDADE

A campanha solidária organizada pela Suparc Piauí vai arrecadar alimentos para o Projeto Avançar, voltado para mulheres em situação de risco A Superintendência de Parcerias...