ADAPTABILIDADE, REINVENÇÃO E INOVAÇÃO: A PANDEMIA E SEUS REFLEXOS EM 2021

A pandemia do coronavírus ressaltou tendências que chegaram para ficar e mostrou como a transformação digital das empresas é um processo importante e urgente

A crise da Covid-19 demonstrou para o mundo o quão crucial é a digitalização para pessoas, empresas e negócios. E demonstrou que aqueles que foram capazes de digitalizar e usar melhor as informações sobreviveram em 2020. Agora, os desafios do futuro da digitalização passam por uma palavra: adaptabilidade, segundo definiu Paulo Paluda, Gerente Geral da Plug and Play no Brasil.

Ele participou do painel Plug And Play – Tendências da hiper-digitalização que chegaram para ficar. Um bate-papo que contou ainda com a presença de Anna-Maria Swiridoff, Gerente de Soluções de Inovação da GACC West; e Avash Pardhootman, Consultor de Gestão da Detecon.

Como lidar com as mudanças rápidas causadas pela pandemia e quais as consequências da pandemia para o futuro da digitalização foram o tema do encontro virtual transmitido pela Plug and Play. O gerente da Unidade de Planejamento e Gestão Digital da ABDI, Rodrigo Rodrigues, abriu o evento. “A parceria com a Plug and Play é muito relevante para a ABDI, para entendermos, importarmos e compartilharmos as tendências de digitalização e inovação dentro de todos os processos com que já trabalhamos”, disse Rodrigo.

Segundo Anna-Maria Swiridoff, Gerente de Soluções de Inovação da GACC West, é preciso investir em digitalização para operar no cenário atual. “Precisamos trabalhar em rede, estar conectados com as pessoas. É um ótimo momento para fazer networking online”, disse. De acordo com ela, o momento é de ‘reinvenção’. Ela destacou que os modelos de trabalho serão outros. O teletrabalho foi amplamente adotado, mas é preciso um formato hibrido. “É preciso manter, por exemplo, o papo para o café. É nessa conversa que surgem novas ideias” ressaltou ao destacar a importância do trabalho presencial para o processo produtivo.

Outro ponto positivo destacado no bate-papo foi poder trabalhar em qualquer lugar. A tendência pode ser, na avaliação dos participantes, de que haverá a partir de agora mais flexibilidade em relação ao Home Office. “As pessoas aprenderam a trabalhar muito bem juntas remotamente. Por outro lado, estamos mais ansiosos, o que é uma consequência da hiper-digitalização”, pontuou Avash Pardhootman, Consultor de Gestão da Detecon.

A sanidade mental dos colaboradores em meio aos novos cenários advindos da pandemia também foi mencionada pelos participantes. É preciso organizar o tempo e impor limites, destacaram. Outro ponto foi a adaptabilidade dos ambientes e das empresas. “A inovação vem da necessidade”, resumiu Avash Pardhootman.

Fonte: ABDI

Publicidade

Últimas Matérias

ABES E BRAZILLAB FECHAM PARCERIA PARA ESTIMULAR INOVAÇÃO NO SETOR PÚBLICO

Participantes terão acesso gratuito, por um período de seis meses, aos serviços e experiência da Associação nas áreas jurídica, regulatória, tributária e mercadológica A ABES...

ABCON E ABDIB ABREM WEBSÉRIE GRATUITA PARA CAPACITAR AGENTES PÚBLICOS SOBRE O NOVO MARCO REGULATÓRIO DO SANEAMENTO

Primeira sessão de debates será realizada na sexta-feira, 26.02, com o tema Regionalização: Segurança Jurídica e Viabilidade Econômica A ABCON/SINDCON, entidade das operadoras de saneamento,...

PRIORIZAR AS PESSOAS É DESAFIO PARA A MOBILIDADE

Especialistas apontam que o protagonismo do cidadão deve ser o caminho para o futuro da mobilidade urbana As cidades estão em transformação e, inevitavelmente, as...

MCOM E TELEBRAS APRESENTAM PROTÓTIPO DE INTERNET MÓVEL VIA SATÉLITE PARA VEÍCULOS E EMBARCAÇÕES

Tecnologia inédita no Brasil abre uma série de possibilidades para aplicação em áreas como saúde, segurança pública, defesa e meio ambiente A conexão de internet...

SP OFERECE CURSO DE APOIO E FORTALECIMENTO DO EMPREENDEDORISMO FEMININO ÀS MULHERES COM DEFICIÊNCIA DO ESTADO

De forma gratuita e em parceria com o SEBRAE o curso promoverá o incentivo às mulheres com deficiência na geração de renda por meio...