ARTIGO: A TECNOLOGIA NO MUNDO PÓS-PANDEMIA

A pandemia do novo coronavírus promoveu transformações profundas na sociedade em todos os seus aspectos. Quais as oportunidades e desafios que surgirão?

*Por Luciano Macaferri Rodrigues

A pandemia do novo coronavírus promoveu transformações profundas na sociedade. Não voltaremos ao que antes conhecíamos como normal, justamente porque parte dos nossos antigos hábitos nos levaram à crise sem precedentes que enfrentamos atualmente. Mas podemos (e devemos) avaliar a situação por um viés positivo e de aprendizagem para enfrentar os novos desafios globais.

Na Thales, atuamos nos mais diversos segmentos da inovação e muitas das nossas soluções garantem a segurança e o cuidado com as pessoas, mesmo nesse momento de incerteza. A integração de serviços com ambientes digitais possibilitou, por exemplo, um crescimento considerável de áreas como telemedicina e mercado on-line, entre outros.

Autorizada pelo Conselho Federal de Medicina (CFM), em caráter excepcional, para garantir o atendimento de saúde à população durante o período de isolamento, a telemedicina pode se beneficiar de soluções de conectividade, cibersegurança e internet das coisas. Além de facilitar o acompanhamento de pacientes a distância em tempo real e o acesso a dados clínicos, preserva as informações pessoais – é o que já oferece a empresa suíça Medisanté em uma parceria com a Thales.

No caso de transporte sobre trilhos, é possível adotar o controle automático de portas e catracas e pagamento sem contato. Também pode-se prever e evitar aglomerações nas plataformas e estações por meio de avançados sistemas de sinalização e controle de trens, assim como de inteligência artificial associada a sistemas de vídeo vigilância.

Aliás, o monitoramento de multidões é um ponto crucial para evitar a transmissão de uma série de doenças. Soluções tecnológicas conectam-se a circuitos fechados de TV para a detecção automática de situações como reuniões de grupos, violação do toque de recolher e não uso de máscaras. Já é possível, inclusive, identificar e sinalizar pessoas potencialmente febris por meio de temperatura corporal anormal.

Identidade digital e biometria também avançaram de forma acelerada, e permitem a utilização de serviços remotamente, autenticando nossos acessos, permitindo assim a sua adoção por governos, empresas dos segmentos de finanças, varejo, e-commerce, segurança e saúde, entre outros. O sistema de biometria da Thales já é usado no estado de São Paulo e está em implementação no Distrito Federal garantindo que nenhum RG seja emitido em duplicidade. Estes sistemas incluem a tecnologia de reconhecimento facial, que cruza dados biométricos para identificar suspeitos de delitos.

E, certamente, os serviços de pagamento sem contato (de cartões a celulares e dispositivos wearables inteligentes) foram os que mais expandiram nos últimos meses. A Thales fornece todos esses tipos de tecnologia para aplicativos como Samsung Pay e Apple Pay, além de bancos, fintechs, carteiras digitais e varejo. Além dos aspectos de saúde, a tendência subjacente para essa tecnologia é promover mobilidade.

Mas todas essas transformações, por mais distintas que sejam, têm um fator em comum a ser considerado: a cibersegurança. Soluções como o Cybels Analytics, combinam várias abordagens para detecção de ataques e análise forense em uma única ferramenta, para identificar em tempo real as mais complexas ameaças cibernéticas.

Neste cenário de mundo pós-pandemia, com o aumento da migração de dados para ambientes multinuvem, outra questão a ser considerada é a preocupação cada vez mais evidente das organizações em relação à segurança de dados, especialmente no Brasil, devido às recentes regulamentações de privacidade de dados, como a Lei Geral de Proteção de Dados Pessoais (LGDP). Para apoiar esse processo de adaptação das empresas, a Thales desenvolveu a solução Ciphertrust Data Security Platform que, simplifica a administração da segurança de dados com um console de gestão centralizado para localizar, proteger e controlar dados confidenciais na nuvem ou em ambientes locais.

O impacto da pandemia da Covid-19 em nossas vidas foi enorme e as perdas são irreparáveis, mas devemos olhar para o nosso redor e ver que o mundo está mudando, graças à tecnologia, para se tornar mais tranquilo e seguro para todos.

*Luciano Macaferri Rodrigues é diretor geral para o Brasil na Thales 

Publicidade
spot_img
spot_img

Últimas Matérias