SANTOS, SP, É CONSIDERADA A CIDADE COM O MELHOR SANEAMENTO BÁSICO DO PAÍS

Esta é a primeira vez que o município chega ao topo do ranking do Instituto Trata Brasil

A cidade de Santos, no litoral de São Paulo, ganhou destaque por ter o melhor saneamento básico do Brasil, segundo estudo feito pelo Instituto Trata Brasil. Esta é a primeira vez que o município chega ao topo do ranking. O levantamento considera as 100 maiores cidades do país. Os dados, referentes a 2018, foram retirados do Sistema Nacional de Informações sobre Saneamento (SNIS).

Os dados mostram a evolução do saneamento básico em Santos, que ocupava o 12º lugar do ranking em 2018. Na época, a cidade já estava com quase todos os serviços universalizados, mas, neste ano, os números subiram ainda mais, reconhecendo o trabalho feito pela Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo (Sabesp).

Os dados divulgados pelo Trata Brasil mostram que 100% da população do município já é atendida com água potável. Já o tratamento de esgoto chega a 99,93% das residências. Os números apontam que Santos alcançou a universalização nos serviços.

Outro destaque está no indicador de perda de água potável, que serve para medir os volumes ou recursos financeiros perdidos com vazamentos, fraudes, roubos e erros de medição, e também para verificar os níveis de eficiência dos serviços de saneamento. Santos teve a melhor colocação no ranking, com apenas 14,32% de perdas. O maior chegou a 77,11%.

As demais cidades da Baixada Santista que aparecem no ranking são Praia Grande, no 30º lugar, São Vicente, ocupando a 51ª posição, e Guarujá, no 60º lugar do ranking. Todas as cidades da região são atendidas pela Sabesp. Os outros municípios não aparecem na lista, pois são considerados apenas os 100 maiores do Brasil.

RECONHECIMENTO

O superintendente da Sabesp na Baixada Santista, Raul Christiano, explica que Santos é um modelo de saneamento básico desde o início do século passado, por conta do projeto elaborado por Saturnino de Brito, que alavancou a saúde pública na cidade, mostrando a importância desse serviço. Além disso, garante que é um município planejado, organizado e com todos os sistemas em pleno funcionamento.

“Tivemos um incremento de investimentos a partir dos anos 2000, com o programa ‘Onda Limpa’, que tem como objetivo melhorar a balneabilidade das praias. Santos vem recebendo ações que modernizam o saneamento básico. Foi o primeiro município da Baixada a assinar contrato com a Sabesp. O investimento, previsto até 2045, período do contrato, é de R$ 450 milhões. Esses recursos serão aplicados em serviços de água e esgoto, desde uso geral até renovação de ativos”.

O superintendente garante que a Sabesp se sente muito reconhecida com essa posição de Santos no ranking. De acordo com ele, a companhia quer implementar o modelo de Santos em todas as cidades da região. Mas, para isso, também é necessário que as prefeituras trabalhem para realizar as regularizações fundiárias. “Essa é a nossa meta, de universalizar o saneamento em toda a região”.

Ele ainda explica que a Sabesp tem um plano de investimento que, somando os nove municípios da Baixada Santista, chega à ordem de R$ 5,8 bilhões nos períodos de contrato, que duram 30 anos. “Estamos sempre procurando o aperfeiçoamento. As ações de Santos estão muito focadas na modernização dos sistemas atuais. É importante sabermos que o saneamento, além de proporcionar saúde, proporciona o desenvolvimento econômico da região”, finaliza Raul Christiano.

O prefeito de Santos, Paulo Alexandre Barbosa (PSDB), comemorou a boa notícia. De acordo com ele, o resultado se deve ao trabalho e investimentos da Sabesp que a prefeitura cobra e fiscaliza constantemente. Ele disse, ainda, que a nossa maior preocupação é garantir moradia para quem ainda vive em áreas irregulares, locais com difícil acesso à rede de água e esgoto.

“Para isso, estamos construindo 1.120 unidades habitacionais no Tancredo Neves, já entregamos 680 no Caneleira, e outras 205 no São Manoel. Essas unidades mudaram a vida de 885 famílias que antes viviam em palafitas, além de melhorar ainda mais os índices de saneamento da cidade, que é referência no país em qualidade de vida”, diz o prefeito.

Ele reforça que esta condição também tem alavancado outros setores, com destaque para o turismo, citando que Santos foi a sexta cidade mais desejada e buscada por turistas brasileiros para viagens em janeiro, segundo a pesquisa do Google Hotéis, que identificou os dez destinos mais populares do mundo.

Fonte: G1

Últimas Matérias

ARTIGO PAULA FARIA – EMBAIXADORA MOBILIDADE ESTADÃO: ENCURTAR DISTÂNCIAS É UM DOS GRANDES DESAFIOS DA MOBILIDADE

Mais que melhorar a experiência ou a rapidez com que as pessoas atravessam a cidade, mobilidade urbana significa acesso a oportunidades *Por Paula Faria  “Como sair...

CENSO MOSTRA QUE ENSINO A DISTÂNCIA GANHA ESPAÇO NO ENSINO SUPERIOR

Em 2009, as matrículas dos calouros em EaD representavam 16,1% do total. Em 2018, elas representavam 39,8% do total de estudantes que ingressaram nas...

SMART MOBILITY

Com a pandemia do coronavírus, soluções de mobilidade individual se tornaram mais atrativas De acordo com dados da Associação Nacional dos DETRANS, o Brasil possui uma...

PROJETO DO GOVERNO CRIA MARCO LEGAL DAS STARTUPS E DO EMPREENDEDORISMO INOVADOR

Os objetivos do governo com a proposta incluem fomentar esse ambiente de negócios; aumentar a oferta de capital para investimento em startups; e disciplinar...

CIDADES HUMANAS RESILIENTES E INCLUSIVAS E A GESTÃO PÚBLICA PARA A LONGEVIDADE

Especialistas debatem como tornar as cidades inclusivas aos idosos considerando o cenário de crescente envelhecimento da população  A sexta edição do Connected Smart Cities e Mobility (CSCM)...