TERESINA GANHARÁ UM CENTRO DE TECNOLOGIAS APLICADAS EM EFICIÊNCIA URBANA (CTA)

A capital piauiense foi escolhida para a implantação do projeto pelo fato de já desenvolver o Programa THEch, uma parceria entre a Prefeitura de Teresina e a Softex

Teresina vai ganhar um Centro de Tecnologias Aplicadas em Eficiência Urbana – CTA, que tem como foco testar metodologias que busquem soluções inovadoras para as cidades brasileiras. Para garantir a execução do projeto piloto no país, o prefeito Firmino Filho assinou, em 04 de agosto, em Brasília, um acordo de cooperação técnica e científica com o Ministério de Ciência e Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC) e a Universidade Federal do Piauí (UFPI).

A capital piauiense foi escolhida para a implantação do projeto pelo fato de já desenvolver o Programa THEch, uma parceria entre a Prefeitura de Teresina e a Softex, que visa o desenvolvimento de soluções inovadoras e a promoção do empreendedorismo, criando um ecossistema de fomento ao desenvolvimento de inovações tecnológicas. Por meio do programa, está sendo implantado um espaço de coworking, fablab e incubadora de startups.

“A ideia desse acordo é a conjugação de esforços para a identificação e difusão de tecnologias aplicadas à eficiência urbana, para que os municípios possam desenvolver estratégias para tornarem-se Cidades mais Sustentáveis, Humanas, Resilientes e Inteligentes, melhorando assim a qualidade de vida da sua população. Teresina foi a escolhida para a implantação do projeto piloto e, posteriormente, será exportado o modelo implantado na nossa capital para outras cidades. Para garantir uma sinergia entre os projetos, o CTA-Teresina será implantando na mesma praça em que está sendo desenvolvido o Programa THEch”, informou o prefeito.

Por meio do CTA, o objetivo é identificar aplicações tecnológicas dentro do município nas relações com os cidadãos, infraestruturas tecnológicas e soluções de saneamento; drenagem urbana, de segurança viária, sistemas energéticos; saúde; educação; de mobilidade; e de edificações ecossustentáveis.

O CTA fornecerá aos municípios relatórios de avaliação de aplicações de tecnologias para soluções inteligentes e sustentáveis em cidades, alimentados por dados coletados a partir de dispositivos de monitoramento ativos em ambiente real. Além disso, eles serão analisados quanto à sua aplicação em larga escala, mediante simulação e prospecção de estratégias para a implementação de políticas públicas de gestão e modernização das infraestruturas locais.

Fonte: Prefeitura de Teresina

Últimas Matérias

LONGEVIDADE EM SMART CITIES

Como cidades humanas, resilientes e inclusivas devem se adaptar ao cenário do envelhecimento crescente da população.   De acordo com a segunda edição do Índice de...

ARTIGO PAULA FARIA – EMBAIXADORA MOBILIDADE ESTADÃO: ENCURTAR DISTÂNCIAS É UM DOS GRANDES DESAFIOS DA MOBILIDADE

Mais que melhorar a experiência ou a rapidez com que as pessoas atravessam a cidade, mobilidade urbana significa acesso a oportunidades *Por Paula Faria  “Como sair...

CENSO MOSTRA QUE ENSINO A DISTÂNCIA GANHA ESPAÇO NO ENSINO SUPERIOR

Em 2009, as matrículas dos calouros em EaD representavam 16,1% do total. Em 2018, elas representavam 39,8% do total de estudantes que ingressaram nas...

SMART MOBILITY

Com a pandemia do coronavírus, soluções de mobilidade individual se tornaram mais atrativas De acordo com dados da Associação Nacional dos DETRANS, o Brasil possui uma...

PROJETO DO GOVERNO CRIA MARCO LEGAL DAS STARTUPS E DO EMPREENDEDORISMO INOVADOR

Os objetivos do governo com a proposta incluem fomentar esse ambiente de negócios; aumentar a oferta de capital para investimento em startups; e disciplinar...