GREEN4T OFERECE GRATUITAMENTE PLATAFORMA DIGITAL PARA GESTÃO DA OFERTA DE ÔNIBUS

Com a demanda incerta de passageiros, o painel “Trancity” auxilia no gerenciamento das frotas para evitar aglomerações e melhor atender a população

Com o objetivo de contribuir para a redução dos riscos de contágio de Covid-19 no transporte público, a green4T, empresa brasileira de tecnologia e infraestrutura digital, lança a campanha Painel para Todos que oferece de forma gratuita para as 27 capitais do país uma solução de gestão inteligente de frotas de ônibus. Chamada de “Trancity” e desenvolvida pela Scipopulis, empresa da green4T, a ferramenta processa dados em tempo real e permite que as prefeituras e secretarias de transporte façam uma gestão eficiente da frota e do serviço de ônibus, adequando-o à demanda durante a pandemia a fim de garantir o funcionamento de serviços essenciais e de evitar aglomerações. Rio de Janeiro e São Paulo já utilizam a solução.

A decisão de estender a oferta gratuita para todas as capitais brasileiras, o que totalizaria um custo de cerca de R$ 14 milhões, visa contribuir no combate à pandemia. “O transporte público é um dos locais de maior risco de transmissão do coronavírus, e nós temos uma plataforma pronta e de rápida implementação que pode ajudar a evitar aglomerações. Não faz sentido cobrar por essa tecnologia agora, precisamos disponibilizá-la o quanto antes para o máximo de cidades. É nosso papel contribuir para o combate à pandemia e essa foi a forma que encontramos de prestar auxílio”, diz Eduardo Marini, CEO da green4T.

Desenvolvido inteiramente no Brasil, o Painel Trancity utiliza tecnologias de análise de dados em Big Data e Machine Learning para gerar informações que facilitem a tomada de decisão pelo gestor público. A plataforma usa grandes bases de dados das próprias prefeituras ou de companhias de ônibus, tais como geolocalização, quantidade de veículos coletivos em cada linha, número de passageiros transportados; além de dados públicos, como por exemplo, imagens de câmeras abertas. Estes dados são processados em nuvem e disponibilizados para a gestão pública, sem custos ou necessidades de investimento em infraestrutura por parte das prefeituras.

Recentemente, a empresa de transportes internacional, Shenzhen Bus Group sugeriu que os veículos tenham no máximo 50% da sua capacidade para garantir o distanciamento social. Dessa forma, o cruzamento dos dados visa analisar informações como desempenho da rede de ônibus, tempo de trajeto, velocidade média, trechos de lentidão e quantidade de veículos saindo por hora em determinada linha. “De posse dessas informações, um gestor público pode aumentar ou diminuir o número de ônibus em uma determinada linha, mantendo a quantidade de passageiros em níveis seguros”, diz Roberto Speicys, responsável pelo desenvolvimento da ferramenta Trancity.

Tradicionalmente, o planejamento das linhas é feito com base em complexas pesquisas de origem e destino que prefeituras e estados realizam a cada dez anos ou mais. Durante a pandemia, no entanto, a movimentação das pessoas pelas cidades foi alterada e tem causado desequilíbrios com algumas linhas vazias e outras lotadas em circulação. Sem um sistema inteligente, prefeituras e companhias fazem a gestão empiricamente, com grande risco de erro.
“A tecnologia tem o poder de transformar a sociedade e este momento reforça ainda mais a importância de integrarmos e facilitarmos o acesso a sistemas inteligentes que proporcionem a segurança ao cidadão. Assim, poderemos passar por essa pandemia unidos e superar este período o quanto antes”, diz Marini.

A green4T é uma empresa brasileira, que atua em soluções de tecnologia e infraestrutura digital. Fundada em 2016 e presente em 12 países da América Latina, a green4T tem o compromisso de desenvolver soluções de tecnologia e infraestrutura para a transformação digital de empresas, cidades e nações de forma eficiente e sustentável para o planeta.

A Scipopulis é uma empresa de inovação focada em soluções para cidades inteligentes e especializada em mobilidade urbana. Fundada em 2014, foi selecionada como uma das “100 Startups to Watch” da revista Pequenas Empresas & Grandes Negócios e conquistou diversos prêmios por sua atuação inovadora, destacando-se a menção honrosa da 11ª turma da Startup Farm, o 1º Demoday Mobilab e o prêmio Connected Smart Cities. A Scipopulis foi adquirida pela green4T em agosto de 2019.

Fonte: Infor Channel

Publicidade

Últimas Matérias

MULHERES SÃO MAIORIA EM CARGOS DE DIREÇÃO DA SECRETARIA DE AGRICULTURA DE SP

As mulheres ocupam 52% dos cargos em instituições de pesquisa da Secretaria de Agricultura e são maioria na ocupação de cargos de diretoria e...

PIAUÍ: AÇÃO LEVARÁ ALIMENTOS A MULHERES EM SITUAÇÃO DE VULNERABILIDADE

A campanha solidária organizada pela Suparc Piauí vai arrecadar alimentos para o Projeto Avançar, voltado para mulheres em situação de risco A Superintendência de Parcerias...

PA RECEBE EVENTO PARA DEBATER PLANO DE CIDADE INTELIGENTE DE BELÉM

O Encontro Regional Belém apresentará o Plano de Desenvolvimento de Cidades Inteligentes para a capital paraense e indicadores do Ranking Connected Smart Cities No próximo...

ENEL X E PLANET SMART CITY LANÇAM PARCERIA ESTRATÉGICA NO BRASIL PARA INTEGRAR SOLUÇÕES INTELIGENTES EM RESIDÊNCIA E CIDADES

A parceria da Enel X e Planet Smart City fornecerá soluções inteligentes inovadoras para projetos em todo Brasil Enel X, a linha de negócios do Grupo...