URBANISMO ATRELADO ÀS NOVAS TECNOLOGIAS

Como o uso de Building Information Modeling (BIM) tem revolucionado a gestão de cidades e por quais motivos Curitiba é referência de urbanismo no Brasil

Urbanismo é o estudo, regulação e planejamento das aglomerações humanas, com o objetivo de criar melhores condições para à habitação das pessoas que vivem nas cidades. Por ser um conceito que está constantemente lidando com demandas crescentes e processos de desenvolvimento, a definição de urbanismo está em constante transformação. 

E o que leva uma cidade a ser pioneira em urbanismo está justamente no aspecto de adaptar às mudanças sociais e tecnológicas, sempre buscando estratégias que permitam melhorar o seu entorno.

O uso da Modelagem Paramétrica ou Building Information Modeling (BIM) é uma estratégia adotada por cidades que, constituída de tecnologias digitais, resulta em um modelo virtual que é capaz de auxiliar na construção de um projeto e, devido ao seu potencial e precisão, tem se popularizado mundialmente. 

No Brasil, já existem algumas estratégias por parte do Governo Federal e Estadual que incentivam o uso dessa tecnologia. Em 2010, o Governo Federal do Paraná desenvolveu uma Biblioteca BIM, que auxiliou na tipologia das edificações do programa habitacional Minha Casa Minha Vida. Dois anos depois, a Companhia Paranaense de Energia (COPEL) realizou a primeira licitação do Brasil para os projetos de seu Centro de Operações utilizando o BIM. Em 17 de maio de 2018, o Governo Federal publicou o decreto n°9377, com o objetivo de estruturar o setor público para a utilização do sistema BIM. 

A cidade de Curitiba foi classificada na 1º posição no Eixo de Urbanismo no Ranking Connected Smart Cities 2019, elaborado pela Urban Systems. O Ranking considera o planejamento das cidades com foco em um crescimento que evite problemas de mobilidade, infraestrutura e qualidade de vida de seus habitantes. Ou seja, não basta apenas pensar em como as cidades irão se desenvolve. É preciso levantar questões que apontem para um desenvolvimento urbano inteligente e sustentável. 

Dentro do planejamento de cidades, existe uma nova tecnologia similar ao BIM, mas que funciona em grandes escalas: o City Information Modeling (CIM), estratégia adotada por cidades modelos no mundo, como Helsinki, na Finlândia, e Montreal, no Canadá. Helsinki, uma das pioneiras na área, desenvolveu o primeiro modelo virtual da cidade, em 1987, e atualmente conta com um modelo com cerca de 45000 edifícios e que é utilizado para facilitar o planejamento urbano, bem como projetos de engenharia, simulações de tráfego, delineação da defesa civil, gestão de licenças de construção e mapeamento. 

A tecnologia de CIM está atrelada ao desenvolvimento de Cidades Inteligentes. E, com as simulações de densidade populacional, fluxos de trânsito e infraestrutura, auxilia na eficiência dos processos de planejamento e gestão da cidade. Já existem estudos que identificam a correlação entre as potencialidades do sistema CIM e a manutenção urbana de Curitiba, entendendo que a cidade tem um grande potencial de inovação e é referência em urbanismo. 

A correlação existente entre BIM e CIM com o conceito de Smart Cities é dada pela inserção de soluções inovadoras e de alta tecnologia a práticas urbanas. De acordo com projeções da ONU, a quantidade de indivíduos que residem em áreas urbanas irá aumentar de 54% para 66% até o ano de 2050, o que significa que o tema de urbanismo nunca foi tão significativo e relevante como agora.  

RANKING CONNECTED SMART CITIES 

No Eixo de Urbanismo do Ranking Connected Smart Cities é possível observar uma concentração de cidades do Paraná e da Região Sudeste brasileira classificadas entre as 20 melhores cidades nesse recorte. 

A cidade de Curitiba ganha destaque pelo seu investimento de R$602,6 por habitante em urbanismo (despesas pagas), por 100% da população da área urbana estar vivendo em áreas de médios e altos adensamentos e por existir 100% de atendimento urbano de água e 100% de atendimento de esgoto. 

Entenda mais sobre o Ranking Connected Smart Cities e confira mais resultados aqui. 

CURIOSIDADES SOBRE A CIDADE DE CURITIBA:

Por que Curitiba ficou conhecida como “Cidade Ecológica”?

Desde a década de 60, Curitiba sofreu com grandes mudanças no seu cenário urbano devido ao aumento populacional. A partir de 1980, Curitiba passou a implementar medidas com o objetivo de realizar melhorias à cidade que crescia exponencialmente, sendo elas principalmente a gestão de saneamento, reciclagem e resíduos. 

Além disso, a capital curitibana passou a ser composta por parques, bosques e espaços verdes. A fama da cidade pelos espaços ecológicos é tanta que, de acordo com o relatório Green City Index (2016), das 17 cidades analisadas pela pesquisa, Curitiba é a mais verde. 

RADAR CSC

Curitiba registrou um aumento em 2019 no número de alvarás expedidos para comércio e prestadores de serviços na capital em 21%, na comparação com ano anterior. Parte disso se dá pelo fato de que existe uma maior velocidade na abertura de empresas e emissão de alvarás, já que o procedimento passou a ser feito inicialmente online, onde já é analisado a compatibilidade de instalação do tipo de atividade solicitada com o zoneamento do município. 

Esse procedimento é chamado de Consulta Prévia de Viabilidade (CPV), na qual é possível analisar se o imóvel comporta o negócio proposto. Em 2019, 70% dos pedidos são respondidos no mesmo dia e 30% em no máximo dois dias. 

Com a chegada do coronavírus, a Secretaria Municipal do Urbanismo de Curitiba mudou o atendimento público, tornando os processos 100% digitais- sendo que o contato direto entre os funcionários e os requerentes de maneira presencial fica restrito a uma pessoa, sendo essa o proprietário, procurador legal, autor do projeto ou responsável técnico. De acordo com o secretário municipal do Urbanismo, Julio Mazza, “a intenção é´preservar o cidadão, bem como os servidores. Essa medida não altera o andamento normal dos processos”. 

Avatar
Beatriz Faria
Especialista em Conteúdo da Necta - Conexões com Propósito
Publicidade

Últimas Matérias

TECNOLOGIA VOLTADA PARA O SANEAMENTO

A falta de acesso a rede de água e esgoto é ainda um dos principais desafios para as cidades brasileiras. Entenda como a tecnologia...

VITÓRIA: EVENTO REÚNE ESPECIALISTAS PARA DEBATER SOBRE SMART CITIES

O evento acontece em formato virtual e apresentará o Plano de Cidades Inteligentes para a capital capixaba, 5ª cidade mais conectada do País, de...

PROBLEMAS SAZONAIS X SOLUÇÕES PONTUAIS: O ERRO HABITUAL DOS PLANOS DE GOVERNO LOCAIS

Seria muito bom viver em cidades que criaram soluções criativas para lidar com os novos desafios  Aconteceu algo muito ruim na minha cidade natal: o...

ABES E BRAZILLAB FECHAM PARCERIA PARA ESTIMULAR INOVAÇÃO NO SETOR PÚBLICO

Participantes terão acesso gratuito, por um período de seis meses, aos serviços e experiência da Associação nas áreas jurídica, regulatória, tributária e mercadológica A ABES...