QUASE 60% DOS BRASILEIROS ESTÃO ADOTANDO O ISOLAMENTO SOCIAL, APONTA LEVANTAMENTO

Parceria entre empresa de softwares e a USP utiliza rastreamento da localização de celulares para entender comportamento dos usuários

Cerca de 58,3% dos brasileiros estão praticando o isolamento social. É o que aponta o Índice de Isolamento Social, um projeto da empresa de softwares In Loco em parceria com a Universidade de São Paulo (USP).

Os dados são coletados de 60 milhões de smartphones de todo o Brasil que possuem aplicativos que obtêm dados da localização dos usuários. A análise desses números é feita pelo professor da Faculdade de Ciências Farmacêuticas da USP (FCF-USP) Helder Nakaya, junto com dois estudantes de doutorado e pós-doutorado.

O índice aponta que, no início de março, o índice de isolamento a nível nacional era de 22,3%. No dia 15, esse número subiu para 51,3%. No último dia do mês, o isolamento era praticado por 58,3% das pessoas analisadas.

“Quando a gente usa dados de mobilidade para medir o isolamento, conseguimos ver as consequências desse isolamento. Cruzando dados, a gente mostra que, com mais isolamento, temos um menor número de casos”, explica o professor da FCF-USP. “Também podemos ver como foi um isolamento em determinado estado e quais medidas foram adotadas naquele local. Podemos analisar se foi efetivo ter paralisado escolas, transporte e shoppings, por exemplo”, afirma Nakaya.

O mapa de isolamento também traz dados referentes a cada estado. Em São Paulo, por exemplo, o índice passou de 34,7% no início de março para 55% no dia 24, quando o governador, João Doria, decretou quarentena no estado. Na capital, o crescimento se repete: passou de 32,6% no primeiro dia de março, chegou a 54,9% no dia 24 e, no dia 31, ficou em 52,3%.

Os dados são coletados pela In Loco por meio de usuários de aplicativos parceiros da empresa, como bancos e grandes varejistas, que autorizam o compartilhamento da sua localização. A empresa tem uma política de privacidade que não identifica os usuários. A única informação coletada dos dispositivos móveis é a sua localidade.

“A minha ideia era usar esses dados que a empresa já tinha para fazer algo que fosse ajudar as pessoas”, diz o professor Nakaya. Ele explica que, como a apuração dos dados é feita na universidade, de maneira científica, eles também poderão colaborar com futuras pesquisas feitas por epidemiologistas.

Confira os índices de isolamento social de cada estado registrados no dia 1º de abril:

  • Média Brasil: 51,8%
  • Acre (AC): 50,1%
  • Alagoas (AL): 50,0%
  • Amapá (AP) 51,5%
  • Amazonas (AM): 49,8%
  • Bahia (BA): 49,4%
  • Ceará (CE): 53,4%
  • Distrito Federal (DF): 59,1%
  • Espírito Santo (ES): 51,2%
  • Goiás (GO): 56,1%
  • Maranhão (MA): 51,4%
  • Mato Grosso (MT): 46,6%
  • Mato Grosso do Sul (MS): 47,2%
  • Minas Gerais (MG): 50,2%
  • Pará (PA): 48,3%
  • Paraíba (PB): 51,3%
  • Paraná (PR): 50,3%
  • Pernambuco (PE): 54,4%
  • Piauí (PI): 52,6%
  • Rio de Janeiro (RJ): 53,8%
  • Rio Grande do Norte (RN): 51,1%
  • Rio Grande do Sul (RS): 52,8%
  • Rondônia (RO): 47,3%
  • Roraima (RR): 45%
  • Santa Catarina (SC): 53,5%
  • São Paulo (SP): 51,8%
  • Sergipe (SE): 49,5%
  • Tocantins (TO): 44%

Fonte: In Loco e USP

*Os dados não representam a população em sua totalidade.

Fonte: G1

Publicidade

Últimas Matérias

A TECNOLOGIA COMO FATOR DE IGUALDADE NA MOBILIDADE

Novas plataformas devem permitir que os cidadãos confiem plenamente nos serviços de mobilidade, reduzindo a dependência dos transportes privados e garantindo sustentabilidade e eficiência...

ABES LANÇA PROGRAMA RECITECH COM FOCO NO IMPACTO SOCIOAMBIENTAL

O Programa ReciTech apoirá projetos de inclusão e capacitação digital, por meio do descarte e reciclagem de equipamentos de tecnologia A ABES - Associação Brasileira...

PLATAFORMA PNME LANÇA 1º ANUÁRIO BRASILEIRO DE MOBILIDADE ELÉTRICA

O 1º Anuário Brasileiro de Mobilidade Elétrica  apresenta um panorama do ecossistema da no Brasil e tem o propósito de contribuir com desenvolvimento das...

A CAPITAL DA ISLÂNDIA ESTÁ ENTRE AS CIDADES MAIS INTELIGENTES DO MUNDO

Como Reykjavik, uma cidade com menos de 200 mil habitantes, desenvolveu políticas para se tornar uma cidade inteligente, sustentável e conectada.  Reykjavik é a capital...

INSCRIÇÕES ABERTAS PARA O 34º PRÊMIO PARANAENSE DE CIÊNCIA E TECNOLOGIA

Os interessados poderão se inscrever no 34º Prêmio Paranaense de Ciência e Tecnologia até 30 de junho  Inscrições abertas para o 34º Prêmio Paranaense de...