STARTUPS GANHAM ESPAÇO EXCLUSIVO NO CSC 2019 COM PARCERIA DA 100 OPEN STARTUPS

Com a parceria, os participantes do Connected Smart Cities contarão com a funcionalidade da 100 Open Startups, que oferece experiência de Inovação Aberta e conecta startups a executivos de grandes empresas, governos e entidades. O CSC Startup Hub proporcionará ainda mais amplitude às ações do evento que, entre as várias linhas de atuação, destaca-se a realização do Prêmio CSC, voltado para estas organizações.

Por meio da parceria com a 100 Open Startups, plataforma digital que usa tecnologia e dados para facilitar a cocriação de negócios inovadores, o Connected Smart Cities 2019 contará com o CSC Startup Hub, espaço voltado para a participação de startups. A iniciativa tem o propósito de promover a participação destas organizações com propostas para transformar as cidades brasileiras. O CSC 2019 acontece nos dias 17 e 18 de setembro, em São Paulo e, na ocasião, será realizada a etapa final do Prêmio CSC 2019,  momento em que serão anunciados os vencedores nas categorias negócios operacionais e pré-operacionais.

De acordo com o fundador e CEO da 100 Open Startups, Bruno Rondani, a parceria apresenta a funcionalidade da plataforma digital 100 Open Startups para os participantes do Connected Smart Cities, no formato de speed dating, uma experiência única de Inovação Aberta que conecta startups a executivos de grandes empresas, governos e entidades em reuniões de 20 minutos para gerar negócios e acelerar resultados.

“Para o matchmaking acontecer, startups apresentam as soluções disruptivas com que trabalham e grandes empresas e governos sinalizam os desafios de inovação e que são demanda dentro de seus processos. A proposta é gerar- com esse método, oportunidades de negócio real para que soluções inovadoras possam ser implementadas com maior agilidade, beneficiando cidades e suas populações. As startups que compõem a rede 100 Open Startups trabalham com as soluções disruptivas, tais como: IoT, Realidade Virtual, Realidade Aumentada, Big data, e impressão 3D. São tendências de tecnologia que estão mudando radicalmente a realidade que conhecemos hoje e, por meio da colaboração com os demais atores do ecossistema de inovação, vão impactar significativamente na construção de um futuro mais humano, sustentável e inteligente”, disse.

Rondani destaca, ainda, que eventos como o Connected Smart Cities têm um papel fundamental, pois reúnem e atualizam os principais agentes transformadores do setor. “Isso, somado ao 100 Open Startups, possibilitará que estes atores possam discutir parcerias, investimentos, contratos e formas de implementar soluções inovadoras em conjunto, potencializando os resultados de negócio para todos. A expectativa da parceria com o Connected Smart Cities é de que o engajamento nas reuniões, que serão realizadas durante o evento, seja o primeiro passo para a aceleração de negócios inovadores entre startups, empresas e governo, que irão cocriar soluções e se tornar protagonistas das mudanças que vão impactar o futuro das cidades”, conclui Bruno Rondani.

5ª edição do Connected Smart Cities será marcada pela inovação e novas tecnologias
Entre as várias linhas de atuação da plataforma CSC, destaca-se a realização do Prêmio Connected Smart Cities, que está em sua 5ª edição e contempla as categorias negócios operacionais e pré-operacionais, onde participam pessoas jurídicas, com sede no Brasil, e que apresentem um negócio inovador. CLIQUE AQUI E VEJA TODOS OS VENCEDORES DO PRÊMIO CSC 2018!

Últimas Matérias

TURISMO SUSTENTÁVEL

O setor é responsável por 10% do PIB e conta com 1,2 bilhões de turistas anualmente O Smart Sustainable Tourism for Development é conceito caracterizado...

EMPREENDEDORISMO EM SMART CITIES

O fomento ao empreendedorismo e a inovação tecnológica pode ser a solução para as cidades melhorarem estatísticas.   Nunca foi tão importante discutir empreendedorismo como neste...

LONGEVIDADE EM SMART CITIES

Como cidades humanas, resilientes e inclusivas devem se adaptar ao cenário do envelhecimento crescente da população.   De acordo com a segunda edição do Índice de...

ARTIGO PAULA FARIA – EMBAIXADORA MOBILIDADE ESTADÃO: ENCURTAR DISTÂNCIAS É UM DOS GRANDES DESAFIOS DA MOBILIDADE

Mais que melhorar a experiência ou a rapidez com que as pessoas atravessam a cidade, mobilidade urbana significa acesso a oportunidades *Por Paula Faria  “Como sair...

CENSO MOSTRA QUE ENSINO A DISTÂNCIA GANHA ESPAÇO NO ENSINO SUPERIOR

Em 2009, as matrículas dos calouros em EaD representavam 16,1% do total. Em 2018, elas representavam 39,8% do total de estudantes que ingressaram nas...