PREFEITURA DE FLORIANÓPOLIS VAI EXIGIR USO DE MÁSCARAS EM LOCAIS DE GRANDE CIRCULAÇÃO E PRÁTICA DE EXERCÍCIOS

Prefeito Gean Loureiro diz que estuda multa de R$ 125 para quem descumprir a regra. Medida vai constar de decreto que ainda será publicado

A Prefeitura de Florianópolis anunciou nesta quarta-feira (29) que vai passar a exigir que as pessoas usem máscaras em locais de grande circulação e de prática de exercícios, como as avenidas Beira-mar Norte e Beira-Mar Continental, praias, região central e locais próximos ao comércio dos bairros. A medida vai constar de decreto que ainda será publicado, e deverá passar a valer a partir de segunda-feira (4), como forma de tentar conter o avanço do novo coronavírus.

A cidade tem mais de 330 pacientes com Covid-19, segundo dados do governo do estado. As penalidades a serem aplicadas em caso de recusa do uso da máscara ainda serão discutidas.

O uso do acessório já é obrigatório para entrar em estabelecimentos do município desde 17 de abril, com multa de R$ 2,5 mil e até interdição do local caso funcionários e clientes estiverem sem o item.

O anúncio desta quarta foi feito pelo prefeito Gean Loureiro (sem partido) em uma transmissão ao vivo nas redes sociais. A fiscalização será feita com o apoio da Vigilância Sanitária e da Guarda Municipal.

A prefeitura disse ainda que vai disponibilizar, até segunda, a ferramenta “Covidômetro”, com dados técnicos, números de leitos de unidade de terapia intensiva (UTI) ocupados, casos suspeitos e confirmados de coronavírus em Florianópolis, informações sobre o uso de máscara e como está o cumprimento dos decretos para definir a flexibilização ou restringir as atividades na cidade.

OUTRAS MEDIDAS

Além do uso de máscara, a cidade adotou outras ações para diminuir a transmissão do vírus. Desde esta quarta, passou a ser obrigatório que hotéis, shoppings e templos religiosos façam a medição da temperatura de clientes e fiéis que entrarem nesses locais.

A medida, prevista em decreto da prefeitura de 22 de abril, já vale desde segunda (27) para supermercados da cidade. Caso a pessoa tenha febre, as autoridades de saúde devem ser avisadas imediatamente.

Fonte: G1

Publicidade

Últimas Matérias

TECNOLOGIA VOLTADA PARA O SANEAMENTO

A falta de acesso a rede de água e esgoto é ainda um dos principais desafios para as cidades brasileiras. Entenda como a tecnologia...

VITÓRIA: EVENTO REÚNE ESPECIALISTAS PARA DEBATER SOBRE SMART CITIES

O evento acontece em formato virtual e apresentará o Plano de Cidades Inteligentes para a capital capixaba, 5ª cidade mais conectada do País, de...

PROBLEMAS SAZONAIS X SOLUÇÕES PONTUAIS: O ERRO HABITUAL DOS PLANOS DE GOVERNO LOCAIS

Seria muito bom viver em cidades que criaram soluções criativas para lidar com os novos desafios  Aconteceu algo muito ruim na minha cidade natal: o...

ABES E BRAZILLAB FECHAM PARCERIA PARA ESTIMULAR INOVAÇÃO NO SETOR PÚBLICO

Participantes terão acesso gratuito, por um período de seis meses, aos serviços e experiência da Associação nas áreas jurídica, regulatória, tributária e mercadológica A ABES...