CORONAVÍRUS: PESSOAS DEVEM USAR MÁSCARAS AO SAIR DE CASA

Recomendação serve para complementar ações de prevenção a propagação do vírus na cidade

 Prefeitura de São Paulo publicou nesta quinta-feira (16), no Diário Oficial da Cidade, o decreto nº 59.360, que recomenda a utilização de máscaras de proteção facial pela população da capital. A iniciativa tem o objetivo de  complementar ações de prevenção a propagação do covid-19 (doença provocada pelo novo coronavírus).

“As máscaras devem ser utilizadas todas as vezes que vamos às ruas. O objetivo é proteger, evitar que, involuntariamente, as pessoas assintomáticas, ou seja, que estão infectadas, mas não apresentam os sintomas, possam transmitir o vírus para outras pessoas”, afirmou o prefeito Bruno Covas, durante coletiva de imprensa realizada no Paládio dos Bandeirantes, sede do governo do Estado, na Zona Sul da cidade.

A medida segue as orientações da Organização Mundial da Saúde (OMS) e do Ministério da Saúde. O ideal é que os modelos cirúrgicos sejam priorizados para os profissionais da área da Saúde. Por isso, ao sair de casa, o cidadão pode utilizar máscaras feitas em casa ou por artesãos, com tecido (de algodão, tricoline, TNT, entre outros) desde que desenhadas e higienizadas corretamente.

“Nós sabemos que, às vezes, a pessoa precisa sair de casa para fazer uma compra no mercado ou ir a uma farmácia. Então, não deixe de ter a sua máscara. Ela protege quem está usando e protege as outras pessoas. Quanto menos pessoas estiverem doentes, mais os nossos equipamentos e as nossas equipes de saúde estarão protegidos e com condição de dar conta aos atendimentos, sobretudo quando o pico da crise chegar a cidade”, disse o secretário municipal de Saúde, Edson Aparecido.

O importante é que a máscara seja feita nas medidas corretas, de acordo com os critérios estabelecidos pelos órgãos de saúde, cobrindo totalmente a boca e nariz e que estejam bem ajustadas ao rosto, sem deixar espaços nas laterais. Além de eficiente, é um equipamento simples, que não exige grande complexidade na sua produção e pode ser um grande aliado no combate à propagação do coronavírus no Brasil, protegendo você e outras pessoas ao seu redor.

“Usar máscaras caseiras também é uma atitude cidadã de respeito ao próximo. É uma recomendação da Organização Mundial de Saúde, é uma recomendação do Ministério da Saúde e uma estratégia que todos os países asiáticos adotaram, o que contribuiu para diminuir a disseminação do vírus”, afirmou o prefeito Bruno Covas.

Para ser eficiente como uma barreira física, a máscara caseira precisa seguir algumas especificações: 

  • É preciso que a máscara tenha pelo menos duas camadas de pano, ou seja dupla face.
  • É preciso enfatizar que a máscara é individual. Não pode ser dividida com ninguém, nem com mãe, filho, irmão, marido, esposa etc. Então se a sua família é grande, saiba que cada um tem que ter a sua máscara, ou máscaras.
  • A máscara deve ser usada por cerca de duas horas. Depois desse tempo, é preciso trocar. Então, o ideal é que cada pessoa tenha pelo menos duas máscaras de pano;

Orientações para a sua máscara:

  • Atenção: a máscara serve de barreira física ao vírus. Por isso, é preciso que ela tenha pelo menos duas camadas de pano, ou seja, dupla face;
  • Também é importante ter elásticos ou tiras para amarrar acima das orelhas e abaixo da nuca. Desse jeito, o pano estará sempre protegendo a boca e o nariz e não restarão espaços no rosto;
  • Use a máscara sempre que precisar sair de casa. Saia sempre com pelo menos uma reserva e leve uma sacola para guardar a máscara suja, quando precisar trocar;
  • Chegando em casa, lave as máscaras usadas com água sanitária. Deixe de molho por cerca de dez minutos;
  • Para cumprir essa missão de proteção contra o coronavírus, serve qualquer pedaço de tecido, vale desmanchar aquela camisa velha, calça antiga, cueca, cortina, o que for.

APRENDA A FAZER SUA PRÓPRIA MÁSCARA

Você quer fazer sua própria máscara, de forma prática e sem precisar usar a máquina de costura? Clique aqui e siga o passo a passo da confecção com a artesã Eliane Marques dos Santos, do programa Mãos e Mentes Paulistanas. Atenção:  máscaras de tecido devem ser trocadas a cada duas horas, higienizadas com água sanitária e não podem ser compartilhadas!

Fonte: Prefeitura de São Paulo

Publicidade

Últimas Matérias

VITÓRIA: EVENTO REÚNE ESPECIALISTAS PARA DEBATER SOBRE SMART CITIES

O evento acontece em formato virtual e apresentará o Plano de Cidades Inteligentes para a capital capixaba, 5ª cidade mais conectada do País, de...

PROBLEMAS SAZONAIS X SOLUÇÕES PONTUAIS: O ERRO HABITUAL DOS PLANOS DE GOVERNO LOCAIS

Seria muito bom viver em cidades que criaram soluções criativas para lidar com os novos desafios  Aconteceu algo muito ruim na minha cidade natal: o...

ABES E BRAZILLAB FECHAM PARCERIA PARA ESTIMULAR INOVAÇÃO NO SETOR PÚBLICO

Participantes terão acesso gratuito, por um período de seis meses, aos serviços e experiência da Associação nas áreas jurídica, regulatória, tributária e mercadológica A ABES...

ABCON E ABDIB ABREM WEBSÉRIE GRATUITA PARA CAPACITAR AGENTES PÚBLICOS SOBRE O NOVO MARCO REGULATÓRIO DO SANEAMENTO

Primeira sessão de debates será realizada na sexta-feira, 26.02, com o tema Regionalização: Segurança Jurídica e Viabilidade Econômica A ABCON/SINDCON, entidade das operadoras de saneamento,...

PRIORIZAR AS PESSOAS É DESAFIO PARA A MOBILIDADE

Especialistas apontam que o protagonismo do cidadão deve ser o caminho para o futuro da mobilidade urbana As cidades estão em transformação e, inevitavelmente, as...