COVID-19: PROGRAMA ACOLHE SAÚDE RN OFERECE HOSPEDAGEM A SERVIDORES

O programa Acolhe Saúde RN ofertará diárias com três refeições inclusas em hotel para cerca de 200 profissionais da rede estadual de Saúde que comprovarem a necessidade de se isolarem de familiares que sejam do grupo de risco

O Governo do Estado, através da Secretaria da Saúde Pública (Sesap), divulgou neste sábado, 18, o programa Acolhe Saúde RN, que ofertará diárias com três refeições inclusas em hotel para cerca de 200 profissionais da rede estadual de Saúde que comprovarem a necessidade de se isolarem de familiares que sejam do grupo de risco, durante o enfrentamento à pandemia de Covid-19. 

O programa está sendo viabilizado por meio de uma parceria entre o Governo do RN e o Sistema da Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado do Rio Grande do Norte (Fecomércio), que administra em regime de comodato o Hotel-Escola Senac Barreira Roxa. A ação envolveu a reformulação da estrutura do prédio, treinamento de funcionários para hotelaria hospitalar. Um aplicativo para cadastro dos profissionais que se candidatarem a uma vaga ficará disponível nas redes sociais da Sesap e do Hotel Barreira Roxa.

Os servidores serão identificados por um aplicativo de pedidos e ofertas de vagas, desenvolvido pelo LAIS (Laboratório de Inovação Tecnológica em Saúde/Hospital Universitário Onofre Lopes – HUOL/UFRN), que definirá os beneficiados a partir de critérios que classificarão o grau de exposição dos candidatos ao novo coronavírus. Os profissionais que comprovarem conviver com pessoas do grupo de risco, ou que tenham pessoas infectadas na mesma residência, poderão se hospedar na unidade durante suas folgas do trabalho. 

Para tanto, o Estado está investindo inicialmente o valor de R$ 159 mil, garantindo 30 dias de acolhimento para 106 profissionais por dia. Em contrapartida, a Fecomércio arca com o equivalente a R$ 350 mil por mês, como sua contribuição solidária aos profissionais que estão expondo a saúde para proteger a população do Rio Grande do Norte do avanço da Covid-19. 

No dia 22 de março, o Governo do RN e o Sistema Fecomércio RN anunciaram a destinação da estrutura do Hotel-Escola Senac Barreira Roxa como um importante ponto de apoio às ações emergenciais de controle da pandemia. Desde então, a Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap-RN) e o Gabinete Civil (GAC-RN) têm trabalhado no desenvolvimento do programa, que poderá se estender para outros hotéis, os quais serão devidamente enquadrados no cumprimento dos protocolos dos órgãos de saúde. 

“A medida deve vigorar durante o período da pandemia e tem como objetivo evitar que esses servidores precisem se afastar do trabalho em consequência de contato com familiares que possam estar contaminados pelos vírus, como também evitar expor risco às pessoas do seu círculo familiar”, explicou Márcia Lucas, subsecretaria de Planejamento e Gestão da Sesap.

O Barreira Roxa será a segunda casa dos médicos, enfermeiros e profissionais da saúde em geral que comprovem conviver com pessoas dos grupos de risco ou que tenham pessoas infectadas pelo novo coronavírus. “Temos consciência da nossa responsabilidade social, e este é um momento de unirmos forças para superar esta crise”, afirmou o presidente do Sistema Fecomércio RN, Marcelo Queiroz.

Para receber os profissionais da Saúde, o hotel implantou uma série de medidas de prevenção e adequação às normas recomendadas pela Organização Mundial de Saúde (OMS) para o atual momento de quarentena em todos os seus ambientes, como a separação das camas, mantendo 1,5 m de distância entre elas, e retirada de itens decorativos como abajures e cortinas.

Espaços de lazer como piscina, academia, salão de jogos, brinquedoteca, bar e café estão todos interditados para circulação. As três refeições diárias serão oferecidas no restaurante Newton Navarro, que terá espaços marcados para circulação e aproximação. Todos os processos de limpeza e higienização do hotel estão sendo reforçados com aplicação de álcool 70% em todas as superfícies, bem como a distribuição desse item em ambientes com maior circulação de pessoas. 

Os colaboradores trabalharão com equipamentos de proteção individual, receberam um treinamento especial sobre as condutas de segurança necessárias para recepcionar os profissionais de saúde e também foram vacinados contra a gripe (H1N1 e H3N2). Terão acesso ao hotel somente os colaboradores e profissionais da saúde que não tenham sido testados positivo para o coronavírus.

Fonte: Portal do Governo do Rio Grande do Norte

Últimas Matérias

LONGEVIDADE EM SMART CITIES

Como cidades humanas, resilientes e inclusivas devem se adaptar ao cenário do envelhecimento crescente da população.   De acordo com a segunda edição do Índice de...

ARTIGO PAULA FARIA – EMBAIXADORA MOBILIDADE ESTADÃO: ENCURTAR DISTÂNCIAS É UM DOS GRANDES DESAFIOS DA MOBILIDADE

Mais que melhorar a experiência ou a rapidez com que as pessoas atravessam a cidade, mobilidade urbana significa acesso a oportunidades *Por Paula Faria  “Como sair...

CENSO MOSTRA QUE ENSINO A DISTÂNCIA GANHA ESPAÇO NO ENSINO SUPERIOR

Em 2009, as matrículas dos calouros em EaD representavam 16,1% do total. Em 2018, elas representavam 39,8% do total de estudantes que ingressaram nas...

SMART MOBILITY

Com a pandemia do coronavírus, soluções de mobilidade individual se tornaram mais atrativas De acordo com dados da Associação Nacional dos DETRANS, o Brasil possui uma...

PROJETO DO GOVERNO CRIA MARCO LEGAL DAS STARTUPS E DO EMPREENDEDORISMO INOVADOR

Os objetivos do governo com a proposta incluem fomentar esse ambiente de negócios; aumentar a oferta de capital para investimento em startups; e disciplinar...