GOVERNO DO CEARÁ INTENSIFICA ESTRATÉGIA DE ACOMPANHAMENTO DAS PESSOAS COM SUSPEITA E CONFIRMAÇÃO DA COVID-19

O foco é interromper cada vez mais cedo a cadeia de transmissão do vírus no território e mapear aquelas pessoas que apresentam sintomas e estão enquadradas no grupo de risco

O Governo do Ceará passa a acompanhar também por meio telefônico ou presencial os pacientes suspeitos — e confirmados — de terem contraído a Covid-19, doença causada pelo novo coronavírus. A estratégia, chamada de Contact Tracing, foi intensificada a partir desta segunda-feira (13). O foco é interromper cada vez mais cedo a cadeia de transmissão do vírus no território e mapear aquelas pessoas que apresentam sintomas e estão enquadradas no grupo de risco.

De acordo com Sarah Mendes, assessora técnica da Coordenadoria de Vigilância Epidemiológica e Prevenção em Saúde (Covep), outro objetivo da ação é rastrear pessoas possivelmente infectadas. “A partir de casos suspeitos no território queremos buscar outros casos, já que as estimativas apontam que cada pessoa sintomática terá entre três e quatro contatos permanentes, ou seja, aqueles (contatos) em que há uma convivência mais demorada”, explicou.

PACIENTES

Simultaneamente, as ligações também são usadas como forma de acompanhar a evolução dos casos suspeitos e confirmados. Ao longo dos 14 dias de isolamento indicados aos pacientes — período de incubação do vírus —, são realizadas ligações a cada dois dias para saber o estado de saúde, prestar orientações e reforçar as medidas de isolamento social e de higiene, necessárias para interromper a transmissão do vírus.

Nos casos em que as ligações não obtiverem retorno e a pessoa acompanhada for do grupo de risco, será realizada uma visita domiciliar ao paciente. De acordo com Sarah Mendes, as ligações e as visitas são realizadas por profissionais de saúde formados pelo Programa de Treinamento em Epidemiologia Aplicada aos Serviços do Sistema Único de Saúde (EpiSUS Fundamental). Todos os 155 agentes capacitados no Ceará foram acionados para atender os 184 municípios cearenses.

As informações de saúde dos pacientes são atualizadas em uma planilha online extraída do EpiSUS Fundamental e, ao fim de cada dia, será emitido um relatório contendo o perfil dos contatos (sexo, faixa etária, média de idade, presença de comorbidade e presença de sintomas).

ISOLAMENTO SOCIAL

A assessora técnica da Covep ressalta ainda que, apesar de todos os esforços do Governo do Ceará, é fundamental a participação da população por meio do isolamento social e de medidas de higiene. “É importante que todos entendam que isolamento social é ficar em casa, não é ir na casa da avó ou da tia, por exemplo”, concluiu.

Fonte: Governo do Ceará

Últimas Matérias

ARTIGO PAULA FARIA – EMBAIXADORA MOBILIDADE ESTADÃO: ENCURTAR DISTÂNCIAS É UM DOS GRANDES DESAFIOS DA MOBILIDADE

Mais que melhorar a experiência ou a rapidez com que as pessoas atravessam a cidade, mobilidade urbana significa acesso a oportunidades *Por Paula Faria  “Como sair...

CENSO MOSTRA QUE ENSINO A DISTÂNCIA GANHA ESPAÇO NO ENSINO SUPERIOR

Em 2009, as matrículas dos calouros em EaD representavam 16,1% do total. Em 2018, elas representavam 39,8% do total de estudantes que ingressaram nas...

SMART MOBILITY

Com a pandemia do coronavírus, soluções de mobilidade individual se tornaram mais atrativas De acordo com dados da Associação Nacional dos DETRANS, o Brasil possui uma...

PROJETO DO GOVERNO CRIA MARCO LEGAL DAS STARTUPS E DO EMPREENDEDORISMO INOVADOR

Os objetivos do governo com a proposta incluem fomentar esse ambiente de negócios; aumentar a oferta de capital para investimento em startups; e disciplinar...

CIDADES HUMANAS RESILIENTES E INCLUSIVAS E A GESTÃO PÚBLICA PARA A LONGEVIDADE

Especialistas debatem como tornar as cidades inclusivas aos idosos considerando o cenário de crescente envelhecimento da população  A sexta edição do Connected Smart Cities e Mobility (CSCM)...